sábado, 19 de outubro de 2019
Política
Compartilhar:

Bancada federal paraibana define meta na LDO

André Gomes / 04 de julho de 2019
Foto: Assessoria Efraim Filho
A bancada federal paraibana definiu ontem, durante reunião em Brasília, as metas e prioridades do Estado dentro da Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) em tramitação no Congresso. Os deputados e senadores estabeleceram, de forma unânime, que darão prioridade a três obras capazes, segundo eles, de garantir o desenvolvimento da Paraíba.

A primeira será o abastecimento de água por meio do 3º eixo da transposição do Rio São Francisco, ramal Piancó. A segunda obra é na área de infraestrutura portuária com o objetivo de garantir a dragagem e a navegabilidade do Porto de Cabedelo. Também ficou definido uma obra na área de mobilidade com a conclusão da duplicação da BR-230, da Praça do Meio do Mundo até o município de Cajazeiras.

“Essas obras foram definidas em consenso entre todos os deputados e senadores. Vale lembrar que nesse primeiro momento não tratamos de valores, apenas de definirmos as metas e prioridades da bancada da Paraíba. Os valores para cada uma das obras serão discutidos quando o Congresso iniciar a análise do Orçamento para 2020”, explicou o deputado e coordenador da bancada, Efraim Filho (Democratas).

Estavam presentes os deputados Ruy Carneiro, Gervásio, Edna Henrique, Frei Anastácio Ribeiro, Hugo Motta, Julia Lemos, Pedro Cunha Lima, Wilson Santiago, Damião Feliciano e o senador José Maranhão.

Para 2020, a LDO estima crescimento do PIB de 2,7%. Até a última medição, as expectativas do mercado apontavam para um crescimento de 2,5%, por seis semanas consecutivas conforme Relatório Focus. Contudo, tal expectativa caiu para 2,23% na última medição. Esse crescimento está pautado em um processo de consolidação fiscal e uma agenda de reformas microeconômicas, com foco em aumento de produtividade e melhoria do ambiente de negócios.

Previdência. Efraim Filho revelou ainda que ficou agendado para a próxima terça-feira uma reunião da bancada com o governador João Azevêdo, em Brasília. “O governador solicitou esse encontro com a bancada para tratar sobre a reforma da Previdência e nós fizemos a comunicação aos deputados e senadores”, disse.

Segundo o deputado, o encontro seria realizado ontem, mas diante do impasse e da decisão do relator da reforma, Samuel Moreira, de não incluir no texto os estados e municípios, foi decidido adiar a reunião.

Projeto

A Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização aprovou o relatório.

Relacionadas