sexta, 27 de novembro de 2020

Política
Compartilhar:

Bancada da Paraíba gastou quase R$ 4 milhões com ‘cotão’ em 2015

Alexandre Kito e Rammom Monte / 15 de janeiro de 2016
Foto: Divulgação
Apesar da tão falada crise econômica que assola o Brasil, a bancada paraibana na Câmara dos Deputados ao que parece não se esforçou muito para conter os gastos em 2015 com as Verbas Indenizatórias, o chamado “Cotão”, que são gastos com locação de imóvel, combustível, manutenção de veículos, locação e fretamento de veículos, entre outros. Ao todo, os parlamentares paraibanos gastaram R$ 3.955.700,51 em 2015. Uma média de R$ 329.641 por mês.

Os três deputados mais “gastões” foram Manoel Júnior, do PMDB, com gastos de R$ 456.746,21, seguido por Wilson Filho, do PTB, (R$ 403.850,13) e Veneziano Vital, também do PMDB (R$ 388.853,12). Juntos, os três gastaram o montante de R$ 1.249.449,46, o que dá uma média de R$ 104.120,78 por mês.

Já os três que menos gastaram somaram juntos o valor de R$ 674,341,71, mais de R$ 500 mil a menos do que os que mais gastaram. No topo do mais “econômicos” está o deputado Luiz Couto, do PT,  com um gasto de R$215.207,52. Em segundo lugar, vem o deputado Pedro Cunha Lima, do PSDB, que gastou R$ 227.730,87.

Vale lembrar que o parlamentar tucano tirou licença do cargo em dezembro do ano passado para concluir o mestrado. Em seu lugar, ficou o deputado Marcondes Gadelha, que gastou R$ 609,91 no mês em que ficou. Juntos, os dois gastaram R$ 228.340,78.

O terceiro deputado com menos gastos foi Wellington Roberto, com um montante de R$ 231.403,32.

deputados Gastos

 

 

 

Relacionadas