terça, 13 de novembro de 2018
Política
Compartilhar:

Assembleia Legislativa corrige falha em painel

Alexandre Kito / 13 de setembro de 2016
Foto: Nalva Figueiredo
A Secretaria Legislativa da Assembleia descobriu, em auditoria, que o cadastramento biométrico de Antônio Mineral, que assumiu o mandato na vaga de Ricardo Marcelo (no dia do fato), ficou vinculado à biometria de Adriano Galdino. O erro foi corrigido e as votações de hoje e amanhã devem acontecer através do sistema eletrônico.

O secretário legislativo, Washington Rocha explicou que o servidor que realizou o cadastro cometeu o erro, que foi corrigido depois de uma investigação para apurar o fato. “Como o sistema não gerava login, não temos como saber exatamente quem foi o responsável por cadastrar a biometria. Para normalizar, nós zeramos todas as biometrias para refazer e criamos um login para cada funcionário responsável pelo painel”, explicou. Ele acrescentou que serão feitas avaliações semanalmente para que não ocorram mais problemas.

A Mesa Diretora informou que pretende implantar um novo sistema eletrônico que deve oferecer mais segurança ao processo de votação e com custo mais barato. Washington Rocha destacou que o sistema utilizado atualmente é de propriedade privada e o Poder Legislativo tem apenas o direito de uso. O novo equipamento que está sendo analisado será realizado pelo sistema de painel SAPL (Sistema de Apoio ao Processo Legislativo).

O problema foi detectado quando os deputados oposicionistas perceberam que mesmo sem estar presente na Casa, o presidente Adriano Galdino não só estava com o nome marcando a presença no painel eletrônico, como também estava participando das votações das matérias.

Relacionadas