sexta, 18 de setembro de 2020

Política
Compartilhar:

Após denúncias, Renato Martins volta atrás e diz ter sido motivado por emoção

Alexandre Kito / 19 de outubro de 2016
Foto: Arquivo
Renato Martins (PSB) usou o Whatsapp para atacar colegas de partido e autoridades importantes do Governo. O parlamentar alegou que as denúncias foram feitas em tom de fofoca, sem nenhuma prova, e atribuiu o fato a um momento de emoção.

Ele está sendo processado na Justiça por membros da legenda e considerou o processo injusto, ressaltando que vai exigir uma homenagem por parte do diretório ao seu mandato na Casa Legislativa.

A declaração feita por Renato Martins cita um suposto esquema de corrupção no Governo do Estado, envolvendo a secretária de Administração do Estado, Livânia Farias, a deputada Estela Bezerra (PSB), o vereador eleito Tibério Limeira (PSB) e o procurador-geral do estado Gilberto Carneiro.

Outros citados, como beneficiados pelo esquema são os vereadores eleitos pelo PSB Tanilson Soares e Léo Bezerra, ambos filhos dos deputados Edmilson Soares e Hervázio Bezerra, respectivamente. O vereador disse que a fala ocorreu no momento em que resolveu revidar uma provocação feita por um militante do PSB contrária a sua atuação política.

“Eu respondi a ele lastreado pela emoção e equívoco aquilo que escuto como fofoca, como comentário de toda esquina. Respondi de maneira automática e não me sinto culpado. Qualquer coisa fora isso é na Justiça, e se for na Justiça, tem que buscar os órgãos de apoio para separar o que é fofoca do que é verdade. Num momento de emoção qualquer pessoa que é atacada se defende”, explicou.

Questionado sobre o processo que o PSB está movendo contra ele, Renato Martins considerou indevido e afirmou que vai exigir que os membros da legenda concedam uma homenagem a ele pela sua atuação enquanto vereador de João Pessoa.

“Eu exijo do PSB que coloque na pauta um prêmio ao nosso mandato por tudo que fizemos ao partido nesses quatro anos. Fomos duas vezes líder da oposição, quantas vezes eu fiquei sozinho defendendo o governador Ricardo quando ele era criticado. Eu quero reconhecimento”, disparou o parlamentar.

Citada por Renato Martins, a deputada Estela Bezerra (PSB) classificou de sensata a decisão do vereador de voltar atrás nas denúncias. Ela acredita que a fala foi feita movida por um recalque.

Relacionadas