quarta, 25 de novembro de 2020

Política
Compartilhar:

Aliados do prefeito de Caaporã acusam adversário de ter destruído parte de obra

Da redação / 31 de janeiro de 2016
Foto: Divulgação
Aliados do prefeito de Caaporã, João Batista Soares, se dizem indignados por conta de atos de brutalidade e desrespeito que eles atribuem ao pré-candidato a prefeito do município, Cristiano Ferreira (PSDB), conhecido como Kiko.

De acordo com os aliados de João Batista, Cristiano Ferreira teria comprado, de forma irregular, terrenos doados pela Prefeitura de Caaporã a famílias carentes do município. Conforme a lei, as famílias tinham prazo para construir no terreno. Caso contrário, a área voltaria ao patrimônio da Prefeitura.

O prefeito João Batista (PMDB) lamentou o ocorrido e explicou o caso. “Estes terrenos foram doados e aqueles que não foram utilizados pelos beneficiados do programa voltaram ao patrimônio da Prefeitura”, disse. Ainda segundo o prefeito, ao tomar conhecimento do início das obras no terreno que comprou de forma irregular, Cristiano Ferreira acionou a Justiça e obteve liminar do desembargador Oswaldo Trigueiro, determinando a paralisação da construção da USF. “A liminar suspendeu a obra até que o caso fosse transitado em julgado e tivesse posição definitiva da justiça”, disse.

Leia mais no jornal Correio da Paraíba

Relacionadas