domingo, 16 de maio de 2021

2018
Compartilhar:

Tucanos farão pressão para Cássio ser candidato

Rammom Monte / 04 de novembro de 2016
Foto: Assuero Lima
O prefeito reeleito de Guarabira, Zenóbio Toscano (PSDB), disse nesta sexta-feira (04) que as bases do seu partido estão pressionando o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) a ser candidato a governador da Paraíba nas eleições de 2018. A declaração foi dada durante entrevista concedida ao programa Correio Debate, da rádio 98FM/Correio Sat.

“Eu acho que vai haver uma pressão muito grande das bases para Cássio ser candidato ao governo do Estad. Ele é o melhor candidato, sem sombras de dúvidas. O governo do Estado teve muita dificuldade em João Pessoa. Ricardo preparou a candidatura de João Azevedo, que não decolou e depois veio com uma segunda alternativa e teve uma derrota muito grande”, disse.

Apesar da declaração, o tucano não quis se manifestar sobre sua posição pessoal para o pleito de 2018. Segundo ele, ainda há muito tempo para se discutir composição de chapas.

“Temos muito tempo pela frente. Eu sou de grupo, eu decido participando de uma conversação com o grupo. Nas ultimas eleições eu acho que escolhemos errado. Temos tempo, na política quem tem prazo não tem pressa, vamos ver a situação nacional, tudo isto terá implicação nas eleições estaduais”, afirmou.

Mudanças no secretariado

Sobre as mudanças para o próximo mandato, Zenóbio disse que, apesar de entender uma reeleição como um pedido de continuidade, ele deverá realizar algumas mudanças em seu secretariado.

“A tendência é manter a maior parte dos comissionados, mas não quer dizer que não vamos mexer. Nós queremos mexer, fundir algumas secretarias e mexer em vários cargos comissionados e prestadores de serviços”, anunciou.

Zenóbio aproveitou a oportunidade ainda para cutucar o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho. Segundo ele, o governador havia anunciado uma reforma em um dos mercados públicos da cidade, conhecido como Mercado do Peixe, mas teria voltado atrás após o apoio de Zenóbio a Cássio Cunha Lima no pleito eleitoral de 2014.

“Eu tinha tido uma conversa com Ricardo Coutinhho logo que cheguei à prefeitura, em que havia o compromisso dele, em parceria com a prefeitura, de fazer a recuperação daquele mercado. Era um projeto bacana, que teria uma parte voltada para o artesanato, uma praça de alimentação. Na época, a obra custaria aproximadamente 5 milhões de reais. Tínhamos o projeto e eu disse ao governador que tínhamos 1,2 milhões de reais para dar como contrapartida. Então ele foi a Guarabira no aniversário da cidade, assinou o convênio e quando veio a eleição de governador, que ele viu que eu iria apoiar Cássio, ele foi e disse que não tinha o dinheiro, tinha assumido os compromissos e depois passou a borracha”, finalizou.

Relacionadas