segunda, 23 de novembro de 2020

Política
Compartilhar:

Visando a prefeitura de João Pessoa, João Azevedo antecipará saída do governo

Alexandre Kito / 31 de dezembro de 2015
Foto: Diego Nóbrega
O pré-candidato pelo PSB à Prefeitura de João Pessoa nas eleições de 2016, João Azevedo, afirmou que planeja antecipar saída da Secretaria de Estado dos Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia para se dedicar à pré-campanha.

O secretário disse ainda que pretende atrair todos os partidos que não terão candidatura própria e ressaltou a amizade que tem com o presidente estadual do PPS e atual vice-prefeio da Capital, Nonato Bandeira. Declarações ocorreram em entrevista ao programa Correio Debate da Rádio 98 FM/CorreioSat.

João Azevedo explicou que deve se desincompatibilizar do cargo antes do fim do prazo legal estipulado pela Justiça Eleitoral para disputar a prefeitura da capital. Ele disse que a saída da secretaria já está sendo discutida internamente com a Executiva do partido. De acordo com as novas regras do processo eleitoral, o prazo para que João Azevedo deixe o cargo vai até o dia 30 de junho.

Sobre as mudanças do período de eleições, o secretário foi questionado como pretende conduzir a campanha, tendo em vista que o período será mais curto (45 dias). Azevedo destacou a necessidade de que precisa se tornar mais conhecido pela população de João Pessoa, já que ficou em último lugar em pesquisa eleitoral realizada pelo instituto 6Sigma e divulgada pelo Jornal Correio da Paraíba, na segunda-feira.

Com 3,1%, o pré-candidato diz que vai contar com a ajuda das redes sociais para que a divulgação seja mais fácil. O PSB está elaborando plano de proposta para apresentar aos eleitores da capital.

Sobre a pesquisa, João Azevedo confessou que ainda é difícil competir com o prefeito Luciano Cartaxo (PSD), pois ele se encontra no cargo e tem mais visibilidade.

Diálogo com 12 legendas

O pré-candidato João Azevedo admitiu que tem mantido diálogo com 12 partidos políticos e prometeu novidades para o início de 2016. O anúncio, segundo ele, será feito em breve. O secretário comentou sobre a aproximação com Nonato Bandeira e reafirmou que o PSB está de portas abertas para receber o apoio do PPS, todo o seu grupo e estrutura.

O PPS e o PSB já estiveram lado a lado para governar a Capital e segundo Azevedo, uma reaproximação seria possível. A Executiva da legenda tem dialogado em busca de apoio com os partidos que não terão candidatura própria. “Nonato fez uma escolha em um determinado momento. Mas, atualmente temos mantido contato sim”, comentou.

Questionado sobre como pretende administrar João Pessoa, caso seja eleito, o secretário afirmou que pretende seguir o modelo que vem dando certo no partido, pois acredita ter funcionado positivamente quando o PSB governou a prefeitura da Capital e que continua dando certo no Executivo Estadual, com o líder da legenda Ricardo Coutinho.

Relacionadas