quarta, 27 de janeiro de 2021

Moda
Compartilhar:

Safari tropical de Victor Dzenk fecha os desfiles do Minas Trend

Clóvis Roberto / 06 de abril de 2017
Foto: Breno Mayer
As noites de desfiles do Minas Trend, evento de moda que acontece até sábado (8), na Expominas, em Belo Horizonte, terminaram de maneira apoteótica. A grife Victor Dzenk promoveu na passarela um visual colorido na noite desta quarta-feira, dia 5, e finalizou com a cantora Preta Gil desfilando e cantando junto com o estilista que assina a marca, fazendo o público dançar e ir ao delírio.

As peças trouxeram para a passarela cor, estampas, ora lembrando o estilo militarizado, ora parecendo árvores e animais, dentro da proposta de mostrar na moda características bem brasileiras. Os tecidos usados nos modelos são cetins pesados  mesclados com musselines echiffons, jersey, tules de poliamida, rendas simulando bordado de linha, rendas bicolores, zibeline, gazzar de seda.

Victor Dzenk aposta em muitas opções nas peças. O safari também pode ser de pedra, como em peças com listas. Fauna e flora brasileira casam em harmonia com elementos geométricos e renda. Folhas, animais como borboleta, certamente ajudaram a compor o visual das peças. Na passarela também estava presente a camisaria, bonés estilo safari, lembrando até a Legião Estrangeira, mas com a cara brasileira.

As peças sugerem conforto e beleza para quem veste. O encerramento do desfile com a música contagiante de Preta Gil e Victor Dzenk na passarela, juntamente com a mãe do estilista e pessoal do staff da grife, representou a festa que caracteriza a alma do brasileiro. A mistura, que pode ser perigosa e fazer desandar o caldo, na mão do estilista virou sinônimo de bom gosto.

Sobriedade no verão 2018

As estações mais quentes do ano prometem tons sóbrios. As noites terão leveza, mas com sensualidade, os dias de aventura trarão looks despojados, com toque oriental. Pelo menos essa é a leitura feita pelas marcas Unity Seven e Leticia Manzan que desfilaram seus modelos ontem pela passarela do Minas Trend, evento que acontece até sábado, dia 8, no Expominas, em Belo Horizonte, promovido pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg).

A marca Unity Seven mantém o compromisso festivo, minimalista e sofisticado. As peças assinadas pelo estilista Giovanni Frasson têm vestidos longos, apostando em tons sóbrios, como predominância de cores como pérola e salmão. Nem por isso a mulher não será atraente. A sensualidade está no corpo que aposta nas longas silhuetas, nos ombros à mostra, nos decotes e bustos provocantes.

Os acessórios também são complementos adequados ao conjunto suave da mulher. Brincos únicos e grandes na cor prata compõem o look, assim como calçados salto alto na cor prata.

Já a grife Leticia Manzan viajou até a Tailândia para se inspirar e montar sua coleção verão 2018. O país oriental cedeu seus quimonos como inspiração para a marca. Os tons são leves, sóbrios, a mulher é uma viajante de mochila nas costas, mas que anda com elegância. As roupas não trouxeram um oriente colorido. A paleta de cores aposta traz azul claro e pérola predominando.

Leticia Manzan compõe as peças com o jeans em forma de jaquetas, que estão presentes com pequenos detalhes em rosê, pink, branco e laranja, tudo muito sóbrio, suave. As peças faz referência ao rústico, mas com detalhes ricos. As peças foram montadas com bordados de linha, pedrarias foscas e mate, cristais, paetês e fitas de cetim. A coleção apresenta uma mulher oriental ingênua, que facilmente poderia ser confundida com uma colegial.

Relacionadas