terça, 25 de junho de 2019
Governo Federal
Compartilhar:

Governo anuncia mudanças no programa “Minha Casa, Minha Vida”

Luís Eduardo Andrade / 06 de fevereiro de 2017
Foto: Reprodução
Em pronunciamento oficial nesta segunda-feira (6), o presidente Michel Temer anunciará mudanças no Programa “Minha Casa, Minha Vida”. As alterações visam impulsionar o ramo da construção civil e aumentar o número de beneficiários do programa.

De acordo com informações, as rendas familiares mínimas, que são necessárias para o financiamento dos imóveis, terão alterações. Anteriormente, as famílias eram divididas em três grupos: das rendas que iam até R$ 2.350, até R$ 3.600 e até R$ 6.500. Porém, mais pessoas poderão ter acesso ao financiamento, visto que as rendas mínimas tiveram um aumento para R$ 2.600, R$ 4.000 e R$ 9.000, respectivamente.

Entretanto, foi informado que os juros presentes no financiamento também terão aumento, o que pode dificultar o pagamento das parcelas pelos beneficiários.

Entenda o “Minha Casa, Minha Vida”

Criado em 2009, no governo Lula, o programa visa permitir o acesso à casa própria para brasileiros de baixa renda. Além do objetivo social, o “Minha Casa, Minha vida” gerou emprego e renda nos últimos anos, principalmente no setor da construção civil.

Construção em recessão

Um dos objetivos das mudanças no programa é reaquecer o ramo da construção civil, visto que o setor foi um dos que mais sofreu com a crise e recessão nos dois últimos anos. A rentabilidade do ramo vem caindo a cada ano e especialistas apontam que a recuperação pode ser lenta. Enquanto isso, as construtoras se preparam para atender a demanda do programa social, que deve aumentar.

Relacionadas