sábado, 16 de fevereiro de 2019
Geral
Compartilhar:

Tubarões do Cerrado e João Pessoa Espectros decidem quem vai para final

Allan Hebert / 02 de dezembro de 2018
Foto: Divulgação
Invictos no Campeonato Brasileiro de Futebol Americano, Tubarões do Cerrado-DF e João Pessoa Espectros decidem hoje quem será o segundo finalista da competição nacional. O confronto inédito entre as duas equipes será realizado às 9h, no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Os dois times chegam embalados à semifinal e com campanhas praticamente idênticas, já que cada uma venceu os oito jogos que disputou no Brasileiro. Até por isso, o técnico do JP Espectros, Kevin Veloso, descartou qualquer tipo de favoritismo e elogiou bastante o rival de logo mais.

“Vai ser um jogo bem físico. O Tubarões tem uma defesa excelente, um ataque muito bom e, assim como nós, ainda está invicto na competição. Além disso, eles têm vários jogadores de qualidade e com passagens pela Seleção Brasileira. Estamos estudando bem o adversário, mas temos certeza de que não será um jogo fácil”, falou Kevin.

Se passar pelo adversário do Distrito Federal, o João Pessoa Espectros fará a decisão do Campeonato Brasileiro em casa, diante de sua torcida apaixonada. Vale lembrar que, o único título nacional conquistado pelo clube paraibano foi com o Almeidão lotado, em 2015. De acordo com Kevin, o fato de poder jogar outra final nacional em João Pessoa é um ânimo a mais para o time vencer o Tubarões.

“Com certeza, é um incentivo a mais. A gente quer muito trazer essa final para cá, para podermos jogar outra final diante dos nossos torcedores e tentarmos a conquista do bicampeonato brasileiro. Treinamos duro para fazer um grande jogo diante do Tubarões. Já fomos campeões nacionais em casa e é uma sensação maravilhosa. Espero que possamos repetir o feito”, concluiu.

Dono do Nordeste



Em seu último jogo, o João Pessoa Espectros bateu a forte equipe do Recife Mariners e conquistou pela nona vez em sua história o titulo da Conferência Nordeste de Futebol Americano.

Relacionadas