quinta, 27 de junho de 2019
Saúde
Compartilhar:

15% dos homens terão incontinência urinária depois de tratarem câncer de próstata

Bruna Vieira / 17 de novembro de 2015
Foto: Arquivo
Uma pesquisa realizada pelo Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo revelou que 15% dos homens terão incontinência urinária após o tratamento do câncer de próstata. Hoje é o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata e a informação é fundamental para a garantia dos direitos do paciente.

Segundo o urologista Cristiano Gomes, um dos responsáveis pelo estudo, a maioria dos homens que passam pela prostatectomia radical ou remoção total da próstata, apresenta incontinência urinária, mas entre 85 e 90% conseguem se recuperar. Os demais permanecem com o sintoma. O tipo de tratamento indicado depende do grau do problema. “Para casos leves, a fisioterapia e medicação dão bons resultados”.

O médico explicou porque a incontinência ocorre. “O esfíncter é o principal órgão responsável para segurar a urina, é como uma torneirinha que abre quando a pessoa vai urinar. Esse músculo está aderido à próstata. Na cirurgia de remoção da próstata ou na radioterapia ele é lesado. A ereção é o problema mais comum, mas o que mais afeta a qualidade de vida do homem é a incontinência”.

Leia mais no Jornal Correio da Paraíba.

Relacionadas