terça, 26 de janeiro de 2021

Geral
Compartilhar:

Promotor de justiça paraibano sofre atentado no RN

Redação com Agência Brasil / 24 de março de 2017
Foto: Facebook
O paraibano natural de Campina Grande Wendell Beetoven, que é promotor de Justiça no Rio Grande do Norte, foi baleado nas costas nesta sexta-feira (24) enquanto estava acompanhado do procurador-geral adjunto do Rio Grande do Norte, Jovino Pereira Sobrinho, em uma reunião na sede do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), em Natal. O crime foi cometido por um servidor do estado.

Segundo o delegado René Souza Lopes, da Polícia Civil de Natal (RN), o autor dos disparos é Guilherme Wanderley Lopes da Silva, servidor concursado do Ministério Público, que trabalhava como assessor de uma procuradoria e teria disparado contra as autoridades por algum tipo de ressentimento ou vingança.

De acordo com relato de testemunhas, Silva ingressou na sala onde o procurador-geral e o promotor participavam de uma reunião administrativa e, bastante exaltado, sacou a arma e disparou a esmo.

Sobrinho foi atingido no tórax. Um dos tiros atingiu Beetoven Ribeiro pelas costas. Os dois foram levados para o Pronto-Socorro Clóvis Sarinho. De acordo com a assessoria do Ministério Público, inicialmente o quadro de ambos foi considerado estável, sem risco de morte.

As informações dão conta que o envolvido fugiu em um carro Polo de cor prata, por volta das 11h30. O suspeito segue foragido.

Relacionadas