terça, 13 de novembro de 2018
Cidades
Compartilhar:

Prefeitura de João Pessoa cria Central de Compras

Redação / 10 de novembro de 2018
Foto: Divulgação/Secom-JP
O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, reuniu os secretários e auxiliares, no auditório da Estação das Artes, na manhã de ontem, para apresentar a implantação da Central de Compras Corporativas que será adotada pela Prefeitura Municipal (PMJP). Mais um avanço da modernização da gestão por resultados, a Central visa promover a redução das despesas nas compras realizadas pelo governo municipal, economizando e melhorando a qualidade dos gastos, além de potencializar as ações de transparência pública.

A Central vai realizar a licitação de todos os itens corporativos da Prefeitura, ou seja, todos os produtos e serviços comuns a mais de um órgão ou secretaria, permitindo um maior controle sobre as compras, a padronização dos produtos e serviços adquiridos pela PMJP; maior economia, uma vez que as compras serão em maior volume; e a otimização dos processos licitatórios.

Através da Central de Compras Corporativas, todos os processos poderão ser acompanhados online, fortalecendo a divulgação pública dos dados da gestão já reconhecida como a mais transparente da Paraíba por órgãos externos.

O início do primeiro processo através da Central de Compras deve acontecer no próximo dia 19, comandado pela comissão da Secretaria de Administração (Sead), desde o planejamento de compras até chegar à Comissão Central de Licitação.

O processo conta com reuniões de negociação para definição de quantitativos, realização de pesquisa de preço, análise da comissão, elaboração do edital, análise jurídica e licitação, entre outros.

Capital estrangeiro. Durante a reunião, o prefeito Luciano Cartaxo também falou com os auxiliares sobre a aprovação da operação de crédito junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no valor de U$ 100 milhões para a Capital desenvolver o projeto ‘João Pessoa Cidade Sustentável’.

“A última etapa é exatamente a assinatura do convênio com o BID, e será a primeira vez na história de João Pessoa, que a cidade vai ter investimento de capital estrangeiro. Será um legado para a cidade, deixando a preparação para a cidade chegar a 1 milhão de habitantes preservando o que a gente tem de melhor que é a nossa qualidade de vida”, afirmou o prefeito.

Relacionadas