domingo, 24 de janeiro de 2021

Geral
Compartilhar:

‘Por Trás do Céu’ estreia hoje em João Pessoa

André Luiz Maia / 06 de abril de 2017
Os paraibanos já tiveram uma oportunidade de assistir ao novo filme do diretor Caio Sóh, Por Trás do Céu. Exibido em primeira mão no estado na programação do Fest Aruanda, a produção estreia hoje no circuito comercial e também entra em cartaz nos cinemas paraibanos.

Por Trás do Céu transporta os espectadores para belas paisagens da Paraíba, pois foi filmado em locações como as praias de João Pessoa e o Lajedo de Pai Mateus, em Cabaceiras, ambiente que já aparece em vários curtas paraibanos e longas nacionais. Ao ver o filme, conhecemos a história de um casal que mora nos arredores do Lajedo, isolados da vida urbana. O elenco é composto por nomes de destaque nacional, como Nathalia Dill, Emilio Orciollo Neto, Paula Burlamaqui e Renato Góes.

Aparecida, vivida por Nathalia Dill, deseja conhecer a capital, mas seu marido é contra a ideia e tenta impedi-la a todo custo de fugir daquele lugar. Quem a alimenta com elementos da cidade grande é Micuim (Renato Góes), o alívio cômico da história, que traz pequenas lembranças e badulaques, especialmente uma garrafa com água e areia do mar. Neste mesmo universo, ainda há uma prostituta, interpretada por Paula Burlamaqui, que, ao fugir de seu cafetão, encontra refúgio no grupo, mesmo não o entendendo.

As filmagens começaram em 2014, durante um período de dois meses de experimentação no Lajedo. “A gente passou um tempo analisando a locação, fazendo testes, para então filmar. O que mais me chamou a atenção foi o céu, que às vezes parecia estar em 3D, muito próximo”, contou Caio Sóh, em entrevista ao CORREIO em dezembro do ano passado, durante sua participação no Fest Aruanda.

Caio afirmou que desenvolveu a história quando buscava respostas para angústias pessoas, sobre o que tem por trás do céu, se Deus realmente existe e como ele interfere em nossas vidas, enfim, dúvidas existenciais que ele vem buscando desde seu filme anterior (Teus Olhos Meus).

O filme estreou em 2016 no circuito de festivais. Teve destaque na vigésima edição do Festival CinePE, onde conquistou cinco prêmios, entre eles Melhor Filme pelo Júri Popular, Melhor Roteiro, Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Ator Coadjuvante.

Saiu também vitorioso do 11º Festival de Cinema Latino Americano de São Paulo, realizado no Memorial da América Latina, com o prêmio do Público. Além disso, participou na seleção oficial de festivais internacionais como FESTin Lisboa, Festival do Cinema Brasileiro em Munique e Festival Du Film Bresilien em Luxemburgo.

Relacionadas