quinta, 26 de novembro de 2020

Geral
Compartilhar:

Polícia Militar começa entregar alimentos em Cajazeiras na campanha ‘Natal pela vida’

Fernanda Figueirêdo / 22 de dezembro de 2015
Foto: Arquivo
Em parceria com a campanha do Sistema Correio, “Natal pela Vida”, o 6º Batalhão de Polícia Militar da Paraíba, em Cajazeiras, começou a entregar na manhã de ontem mais de 400 cestas de alimentos para comunidades carentes do Sertão paraibano. As famílias foram previamente cadastradas e receberam os alimentos em casa. A entrega foi feita por policiais, que também colaboraram com a arrecadação das cestas.

De acordo com o tenente-coronel Cunha Rolim, responsável pela ação, a importância da campanha está na união de forças para lutar contra a desigualdade social. O 6º Batalhão é formado por 340 policiais. De acordo com o coronel, cada grupo de três policiais contribuiu com, pelo menos, uma cesta básica. Os alimentos foram arrecadados na sede da corporação. “Distribuímos casa a casa, uma viatura foi especificamente designada a isso. Em casas com famílias maiores deixamos mais de uma cesta. Também ajudamos o Lar do Idoso em São José de Piranhas, que precisa de muita ajuda da população”, ressaltou o tenente -coronel.

Beneficiados. A dona de casa Francisca Pereira, de 49 anos, mora em Cajazeiras, e conta que graças à cesta alimentícia que recebeu seu natal será um pouco mais feliz. “Somos seis aqui em casa. Só de não passarmos o natal com fome já está bom demais. A cesta é muito mais do que eu esperava, graças a Deus”, disse dona Francisca.

Segurança

Gerlânio Vieira, coordenador do Lar do Idoso Cirilo Pereira de Alencar, em São José de Piranhas, ficou emocionado com o gesto de apoio. “Tenho 17 idosos que sobrevivem graças ao apoio da população. As 12 cestas que recebemos irá nos ajudar nesse final de ano”, disse.

'' Gerlânio Vieira, coordenador do Lar do Idoso Cirilo Pereira de Alencar, em São José de Piranhas, ficou emocionado com o gesto de apoio. “Tenho 17 idosos que sobrevivem graças ao apoio da população. As 12 cestas que recebemos irá nos ajudar nesse final de ano”, disse''.

Relacionadas