terça, 24 de novembro de 2020

Geral
Compartilhar:

PF investiga professor da UFPB suspeito de apresentar diplomas falsos

Gabriel Botto / 07 de fevereiro de 2017
Foto: Divulgação
Um professor que atua na Universidade Federal da Paraíba (UFPB) está sendo investigado por apresentar diplomas falsos. De acordo com as investigações, o suspeito, que não teve o nome revelado, exercia a função na instituição há mais de dez anos. A Polícia Federal cumpriu, nessa segunda-feira (6), um mandado de busca na casa dele, no bairro de Miramar, e encontrou documentos falsos que foram recolhidos. A Polícia Federal foi acionada por meio de uma denúncia anônima. O suposto professor não chegou a ser preso.

A documentação falsificada encontrada com o suspeito era relativa à diplomas de graduação e títulos de mestrado e doutorado e tinha procedência de vários estados diferentes. Ao receber a denúncia, agentes da polícia entraram em contato com as instituições de ensino, que supostamente haviam emitido os documentos para o investigado, e constatou que os mesmos eram falsos e que ele nunca havia passado por nenhuma seleção de graduação ou de pós-graduação nestas universidades.

Na casa do suposto professor foram apreendidos um diploma de doutorado e ainda um documento atestando uma suposta revalidação do doutorado, porém segundo a polícia todos são falsos.

De acordo com a PF, o inquérito deverá ser fechado e o professor será indiciado pelo cometimento dos crimes de uso de documento falso e falsidade ideológica.

A UFPB, por meio da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progep), informou que o professor já foi afastado de suas funções e ficará sem receber remuneração. Um processo administrativo foi aberto, mas tramita em segredo e, por isso, não foram fornecidos mais detalhes sobre o caso, como por exemplo o Centro de Estudo em que ele atuava.

A Progep destacou ainda que os procedimentos de contratação de profissionais são bastante rígidos e que os documentos apresentados devem ser autenticados em cartório.

Relacionadas