terça, 26 de janeiro de 2021

Paraíba
Compartilhar:

Só a metade das meninas tomou a primeira dose da vacina contra o HPV

Aline Martins / 12 de setembro de 2015
Foto: Arquivo
O Ministério da Saúde lançou esta semana a campanha de mobilização nacional para o início da vacinação da segunda dose contra o papilomavirus humano (HPV). Na Paraíba, devem ser imunizadas 100.548 dos 9 aos 11 anos de idade.

A campanha é necessária porque, na primeira dose aplicada este ano, apenas metade das pré-adolescentes receberam a vacina, que protege contra quatro subtipos de HPV, causador de câncer do colo do útero, que é a terceira causa de morte de mulheres no Brasil.

O ministro da Saúde Arthur Chioro lembrou que, na primeira fase do ano ano passado, a vacinação foi feita nas escolas e que isso surtiu eficácia, principalmente nas cidades que fizeram um trabalho em conjunto. O que não aconteceu no mesmo ritmo na segunda dose em 2014 e primeira deste ano.

A campanha contará com filmes de duração de 30 segundos que serão divulgados nas TVs, um site exclusivo com informações e ‘tira dúvidas’, materiais impressos para diversas mídias

Religião. Será lançada uma carta a entidades religiosas para esclarecimento da importância da vacina, mostrando que a aplicação dela não vai incentivar a menina a iniciar a vida sexual, mas que, no futuro, ela será uma mulher protegida. A vacina apresenta eficácia de 98,8% contra o câncer de colo de útero, porém não substitui

Leia mais no jornal Correio da Paraíba

Relacionadas