segunda, 21 de setembro de 2020

Paraíba
Compartilhar:

Projeto limita instalações de CPIs na Assembleia Legislativa da Paraíba

Alexandre Kito / 08 de outubro de 2015
Foto: Arquivo
Os deputados estaduais aprovaram, ontem, durante sessão ordinária na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), o Projeto de Resolução que prorroga a duração das Comissões Parlamentares de Inquérito (CPI) no Estado. O objetivo é dar mais tempo à CPI da Telefonia Móvel, em andamento na Casa. Porém, a matéria poderá limitar em apenas três investigações por legislatura, já que a proposta permite prazo máximo de quatro anos, que é o mesmo tempo de um mandato.

O projeto de número 68/2015, de autoria do deputado Bosco Carneiro (PSL), foi aprovado por 19 votos. Os deputados de oposição se colocaram contra a matéria alegando que, apesar da necessidade da CPI da Telefonia Móvel, não queriam aceitar que o Regimento Interno da Casa permitisse apenas três investigações por legislatura.

A vice-presidente da CPI da Telefonia, deputada Camila Toscano (PSDB), alegou que apesar da investigação das empresas de telefonia necessitar de um limite maior para a conclusão, se posicionou contra a proposta para que o tempo de quatro anos não prejudique a instalação de CPIs, como a do Empreender, que não conseguiu ser aprovada, porque outras duas já estão como prioridades. Ela citou a dos Pardais e a do Telemarketing, que ainda não foram estabelecidas.

Leia mais no Jornal Correio da Paraíba.

Relacionadas