segunda, 21 de setembro de 2020

Paraíba
Compartilhar:

Falta peça-chave para Lei do Desmonte funcionar na Paraíba

Bruna Vieira / 06 de novembro de 2015
Foto: Assuero Lima
A Lei do desmonte entrou em vigor em maio e as sucatas e oficinas tiveram mais 90 dias para se adequarem. Cinco meses se passaram e a norma ainda não está sendo aplicada. Os sucateiros se sentem prejudicados pela legislação. O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) afirma que há procura pelo credenciamento, mas que o processo não está aberto, pois o órgão ainda não sabe como regularizar o estoque antigo.

Falta informação no meio. Para o administrador de sucata, Amilton de Souza, a lei trará prejuízos. “A lei dificulta de certa maneira. Tem detalhe sem lógica, etiquetar todo tipo de peça e comprovar não tem como. Mas tem que se adequar ou fecha. Vamos esperar”, falou.

Amilton cuida da sucata do pai. “Ele pensa em trabalhar com revenda de carro, porque está ficando mais difícil. Um funcionário já foi demitido, estou sozinho agora. Quem trabalha só com leilão está conseguindo levar. Mas, por exemplo, se uma pessoa tem um carro e não está conseguindo manter, é melhor vender do que deixar se acabar”, completou.

Em outro estabelecimento, o mecânico também acredita que a lei não ajudará os sucateiros. “Essa lei não ajudou. Pagar imposto para emitir nota fiscal diminui o retorno financeiro e há muitos funcionários para pagar”, disse Rafael de Paiva.

Leia mais no jornal Correio da Paraíba

Relacionadas