sexta, 18 de setembro de 2020

Paraíba
Compartilhar:

Detran arrecada R$ 4,7 milhões à custa de imprudência de motoristas

Ainoã Geminiano / 04 de setembro de 2015
A arrecadação do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB) com multas de trânsito caiu 12,5% de janeiro a agosto deste ano, na comparação como mesmo período do ano passado. Ainda assim, já são R$ 4,7 milhões arrecadados à custa da imprudência e desatenção de motoristas. A diferença é de quase R$ 700 mil e a Divisão de Policiamento de Trânsito atribui a queda ao rigor da fiscalização, realizada pela Operação Lei Seca e pelo Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran).

Para o chefe da Divisão de Policiamento do Detran-PB, Ricássio Cruz, os números refletem a maior eficiência das operações de fiscalização. “Temos conseguido resultados muito significativos, que vão além da arrecadação. Nossas ações são planejadas levando em conta os dados estatísticos de outros órgãos, como os atendimentos do Samu a vítimas de acidentes de trânsito. Com base nisso, por exemplo, direcionamos a Operação Lei Seca paras áreas de maior número de ocorrências e conseguimos reduzir em 56% o número de acidentes na cidade, de janeiro a agosto desse ano, comparado com o ano passado”, afirmou.

Por outro lado, os motoristas estão mais assustados com o rigor da legislação que pune a condução sobre efeito de álcool.

Apesar dos bons resultados na Capital, Ricássio falou da dificuldade de fiscalizar o trânsito em cidades do interior, onde a fiscalização não é municipalizada. “As pessoas nessas cidades não têm cultura de cumprir a legislação e sempre que fazemos alguma fiscalização nessas localidades, enfrentamos todo tipo de dificuldade possível, inclusive pessoas que tentam interferir politicamente no trabalho”, revelou.

Leia mais no jornal Correio da Paraíba

Relacionadas