sexta, 04 de dezembro de 2020

Paraíba
Compartilhar:

Cresce 38% número de acidentes nas rodovias estaduais

Nice Almeida e Rammo Monte / 10 de fevereiro de 2016
Foto: Reprodução Instagram
Cresceu em 38% o número de acidentes registrados nas rodovias paraibanas durante o período de carnaval. Enquanto em 2015 foram registradas 21 ocorrências, em 2016 foram 29. A falta de obediência às leis de trânsito, a irresponsabilidade e a imprudência de alguns motoristas são os principais motivos apontados pelo comandante do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), coronel Almeida, para a elevação dos dados. Em um dos acidentes, seis pessoas morreram.

"Trabalhamos com a prevenção, mas alguns motoristas insistem em errar. Veja por exemplo esse caso onde morreram seis pessoas. As informações que temos é que o motorista do monza tentou ultrapassar uma moto e bateu no outro veículo. São ultrapassagens em locais indevidos, alta velocidade, condições ruins do veículo, excesso de passageiros e até a falta do uso de cinto de segurança, que contribuem para acidentes com mortes", alertou coronel Almeida.

Gráfico - acidentes carnaval

Regiões onde os acidentes foram registrados



  • João Pessoa - 11 (37,9%)


  • Patos - 9 (31,03%)


  • Campina Grande - 8 (27,58%)


  • Cajazeiras - 1 (3,44%)




Mais apreensões e notificações

A medida que os acidentes cresceram, também aumentaram os números de apreensões e notificações. Isso porque, segundo o coronel Almeida, as autoridades de trânsito do Estado estão atuando com força total nas rodovias.

"Infelizmente os números de acidentes cresceram, mas a nossa vigilância é constante, tanto que também aumentaram as apreensões e notificações. Temos atuado incansavelmente para reduzir esses números, mas a imprudência ainda está vencendo. Os números comprovam que o BPTran fiscaliza, mas tem que ter também a conscientização no motorista", disse.

Acidente com mortos

Morreu nesta quarta-feira (10) a sexta vítima do acidente ocorrido na PB-293, em Paulista (Sertão paraibano, a 395 km de João Pessoa), região de Cajazeiras. Ela tinha 73 anos e era mãe do motorista de um dos carros envolvidos no acidente. Ele permanece internado. Os outros cinco morreram no dia do fato (segunda).

De acordo com a polícia, no Monza vinham sete pessoas que haviam saído de uma festa em Paulista e estavam vindo para São Bento, onde moravam. No outro veículo, uma caminhonete, vinham quatro pessoas, que haviam saído de São Bento e se dirigiam para o município de Pombal, onde participariam de um culto religioso.

O motorista do Monza teria feito uma ultrapassagem indevida provocando o acidente. Ele morreu no local.

Operação Lei Seca

O Departamento de Trânsito (Detran) realizou 828 testes do bafômetro no período de carnaval, resultando na notificação de 52 condutores por direção sob influência de álcool. Dois motoristas foram conduzidos à delegacia por embriaguez ao volante. Além das notificações, foram apreendidas 45 carteiras de habilitação e 11 veículos foram removidos ao pátio de custódia do Detran.

De acordo com o Chefe de Policiamento e Coordenador da Operação Lei Seca na Paraíba, Ricácio Cruz, as ações de fiscalização são de extrema importância para manutenção da segurança no estado, especialmente durante períodos festivos como o carnaval. “São ações como estas que tornam a Operação Lei Seca um organismo vivo e permanente. O objetivo das fiscalizações é cumprir com rigor as diretrizes determinadas pelo Código de Trânsito Brasileiro, salvando vidas e tirando de circulação condutores que insistem em infringir as leis de trânsito”, afirmou.

Relacionadas