quinta, 04 de março de 2021

Paraíba
Compartilhar:

Câncer de pele: a cada seis casos de melanoma na Paraíba, quatro são em homens

Bruna Vieira / 06 de novembro de 2015
Foto: Assuero Lima
O câncer de pele não melanoma é o segundo mais comum entre os homens na Paraíba, ficando abaixo só do de próstata. E, em cada seis diagnósticos de melanoma (o tipo mais perigoso), quatro são em pessoas do sexo masculino. A Sociedade Brasileira de Dermatologia promove amanhã o Dia Nacional de Combate ao Câncer de Pele. Consultas e exames clínicos serão prestados de forma gratuita em três hospitais de João Pessoa e Campina Grande para a população em geral.

Desde 1999, a SBD realiza o Dia C em 23 estados. O coordenador da campanha na Paraíba, Victor Coutinho, explicou que o câncer de pele tem cura. “Sobretudo, se for descoberto no início. Em 97% não é melanoma, mas muitas vezes gera mutilações na orelha, lábio e nariz. Já o melanoma, é altamente letal”, disse o médico.

Ele ressaltou que o melanoma apresenta metástase precoce, o que pode levar à morte. “O exame clínico é o principal diagnóstico, porque a pele está exposta e o dermatologista consegue identificar pelo menos um nível de suspeição maior, às vezes é indicado a biópsia, mas, se estiver claro, vai para a cirurgia”, disse Victor.

Dia C

O Dia C ocorre anualmente, com atendimento gratuito. “Há uma equipe de dermatologista disponíveis que farão avaliação da pele e consulta. Quem não tem lesão é orientado de como se proteger e liberado, quem tem lesão suspeita é orientado para biópsia ou cirurgia”, disse Victor.

“O câncer de pele é muito subnotificado e ainda assim é o mais frequente no Brasil. E dá para evitar com protetor solar, roupa com manga e chapéu, mas é preciso se prevenir desde a infância”, disse.

Atendimento



  • João Pessoa

    Hospital São Vicente de Paula e Ambulatório de Dermatologia do HU


  • Campina Grande

    HU Alcides Carneiro


Relacionadas