segunda, 20 de maio de 2019
Futebol
Compartilhar:

Nacional e Botafogo começam a definir adversário do campinense

Gabriel Botto / 10 de abril de 2019
Foto: Arquivo
Nacional de Patos e Botafogo-PB jogam nesta quarta-feira (10), às 20h30, no Estádio José Cavalcanti, pela primeira partida das semifinais do Campeonato Paraibano. A partida marca o primeiro confronto entre as equipes no certame estadual, visto que estavam no mesmo grupo na primeira fase. Para o duelo, o treinador do Botafogo-PB tem sete atletas pendurados, o que pode ser determinante no momento de escalar a equipe.

Sabendo das dificuldades que o Belo enfrentará em Patos, o lateral Fábio Alves falou sobre a importância de a equipe entrar focada para levar um bom resultado para João Pessoa, que daria mais tranquilidade à equipe para os 90 minutos finais da decisão.

“Sabemos que estadual é dificílimo também, a equipe do Nacional vem fazendo grandes jogos aqui em Patos, então temos que entrar em campo muito concentrados, pois vai ser um grande jogo, muito forte, então que possamos sair daqui com o resultado positivo”, pontuou o lateral Fábio Alves.

Já o treinador Evaristo Piza destacou a disponibilidade dos atletas para o jogo, no tocante ao departamento médico. Ele confirmou que a única complicação para escalar a equipe no primeiro jogo da semifinal é na questão dos atletas pendurados.

“Estou com quase todos os atletas liberados para o jogo, mas tivemos um jogo muito pesado no domingo contra o CSA, então vou avaliar a escalação. Tenho sete atletas pendurados, então temos que nos precaver nesse ponto. Mas, independente do que eu pensar, quem entrar está apto a fazer o melhor”, disse o treinador Evaristo Piza.

Os jogadores pendurados para partida são: os zagueiros Lula e Rodolfo Mol; o lateral Fábio Alves; os meias Marcos Aurélio, Marcos Vinícius e Wellington e os atacantes Dico e Nando. Todos levaram dois cartões amarelos durante o campeonato e vão ter que entrar em campo contra o Nacional com muita cautela, pois podem ficar de fora, por exemplo, de uma eventual final.

O Canário. O Nacional, por sua vez, entrará em campo com um único objetivo: fazer valer o fator casa e construir um bom resultado no José Cavalcanti, para tentar confirmar a classificação na partida de volta, em João Pessoa. Além da classificação para a final, o time sertanejo busca também a classificação direta na Série D do Campeonato Brasileiro do ano que vem.

O treinador Delany Nóbrega terá todos os atletas à disposição. A única dúvida era o meia Fábio Neves, que pegou dois jogos de suspensão devido à expulsão no jogo contra a Desportiva Perilima, pela oitava rodada do certame estadual. Porém, o STJD concedeu efeito suspensivo, liberando o atleta para as partidas contra o Belo.

Faz tempo. Botafogo e Nacional de Patos decidiram o Campeonato Paraibano de 1978. Na ocasião, o Belo levou a melhor e ficou com a taça.

Relacionadas