quinta, 25 de fevereiro de 2021

Geral
Compartilhar:

Na CMJP, oposição pede intervenção do Estado nas obras da falésia do Cabo Branco

Adriana Rodrigues / 17 de agosto de 2017
Foto: Divulgação
A bancada de oposição da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) apresentou nesta quarta-feira (16), requerimento pedindo a intervenção do Governo do Estado para realização das obras de recuperação e revitalização na Barreira do Cabo Branco, para conter a erosão da falésia.

A proposta não agradou a bancada de situação, que considerou uma manobra política para o lançamento da candidatura do secretário de João Azevedo (Infraestrutura e Recursos Hídrico) ao Governo. De acordo com o vereador Eduardo Carneiro (PRTB), o que a oposição está solicitando é que o Governo do tome as rédeas do projeto. “Um projeto faraônico que vem se arrastando ao longo de mais de cinco anos, para o qual o prefeito está destinado R$ 84 milhões e as obras não saem do papel”, declarou. A oposição argumenta que a Prefeitura não realiza ações efetivas para solução do problema.

O líder da oposição Bruno Farias (PPS) tratou como “inerte e inoperante” a Prefeitura de João Pessoa com relação a ações para conter a erosão da falésia. O vereador Milanez Neto (PTB), líder do prefeito na Casa, criticou a proposta apresentada pela oposição, que segundo ele está fazendo “politicagem” para lançamento da candidatura de João Azevedo a governador.

O líder questionou o porquê dos vereadores não pediram essa intervenção há 10 anos, quando a ex-vereadora Paula Fracinete suplicou para que não fosse construída a Estação Ciência. “Não entendo porque não pediram para o governador deixar de fazer a Estação Ciência, que causou o desmatamento de árvores nativas, que era área permanente”, declarou.

Relacionadas