sexta, 14 de maio de 2021

Geral
Compartilhar:

Ministério Público quer reformar quatro delegacias da Paraíba

Beto Pessoa / 04 de agosto de 2017
Foto: Reprodução
Insalubres, sem equipamentos e com péssimas condições de atendimento. Esta é a situação das delegacias das cidades de Baraúna, Pedra Lavrada, Nova Palmeira e Frei Matinho, segundo ação civil (nº 058.2016.000196) movida pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) contra o Governo do Estado.

De acordo com o promotor Leonardo Quintans, o MPPB cobra melhorias em nome do pleno atendimento à população, que tem sido deficitário. “O que queremos é que as delegacias entrem em efetivo funcionamento. Com pessoal, equipamento e infraestrutura adequada, o que não tem sido encontrado. Isso tem feito a população desses municípios buscar atendimentos em Picuí, que é a cidade polo”. Uma audiência será marcada com o delegado responsável pela região para abrir a discussão sobre quais ações podem ser tomadas para regularizar a situação das delegacias, adiantou o promotor.

O titular da 13ª Delegacia Seccional, Cristiano Brito, que responde pela região, confirmou que existe uma ação em trâmite e reconhece a necessidade de melhorias nas unidades. “A de Baraúnas, por exemplo, foi firmado um convênio com a Prefeitura para investirmos em melhorias, que nos próximos dias já devem ser executadas. Em Nova Palmeira temos problema de insalubridade, estamos em busca de um novo imóvel para deslocar a delegacia”, disse o delegado. O responsável pela Seccional disse também que o mesmo problema acontece em Frei Martinho. “Também estamos buscando um novo imóvel para instalar a delegacia, mas é difícil conseguir espaço desocupado nessas cidades”, destacou Cristiano Brito.

Relacionadas