sábado, 17 de agosto de 2019
Geral
Compartilhar:

Militares controlam tumulto no Centro Socioeducativo em Mangabeira

Katiana Ramos / 03 de maio de 2019
Foto: Nalva Figueiredo
Pelo menos 40 internos das alas A, B e C do Centro Socioeducativo Edson Mota, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa, promoveram um tumulto no início da tarde dessa quinta-feira (2). Segundo a Fundação de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente da Paraíba (Fundac), dois adolescentes ficaram feridos durante a confusão. Contudo, a situação foi controlada ainda ao longo da tarde.

De acordo com o presidente da Fundac, Noaldo Meireles, a instituição ainda investiga o que motivou a mobilização dos adolescentes. Ele descartou rivalidade entre blocos e facções.

“O que sabemos é que após o almoço, no começo da tarde, um grupo se recursou a entrar para os quartos e os outros que estavam vendo a situação começaram a tumultuar. Houve um ferido, com lesões leves, e outro que caiu e com suspeita de ter quebrado o nariz. Esse precisou de atendimento externo e achamos por bem encaminhá-los ao Hospital de Trauma”, explicou Noaldo Meireles.

Entre os policiais militares chamados para contornar a situação e evitar uma rebelião estavam equipes do Batalhão de Operações Especiais (Bope). Eles ficaram no Centro Socioeducativo até o começo da noite dessa terça.

Enquanto policiais e equipes de Bombeiros entravam no Centro para atender aos adolescentes. Familiares dos jovens internos aguardavam por notícias do lado de fora.

“É muita tristeza você ter um filho numa situação dessas. Acontece qualquer coisa ai dentro e a gente não é informada, não sabe de nada”, comentou a mãe de um dos adolescentes internos enquanto aguardava por informações do filho.

Internos. Atualmente, o Centro Socioeducativo Edson Mota abriga 134 adolescentes infratores.

Relacionadas