sábado, 21 de julho de 2018
Geral
Compartilhar:

Justiça aposta na consciência do eleitor para combater ‘fake news’

Adriana Rodrigues / 25 de maio de 2018
Foto: Rafael Passos
O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) vai apostar na consciência do eleitor para combater a proliferação de fake news na campanha eleitoral deste ano e a prática de corrupção da política. Foi o que anunciou o juiz Antônio Carneiro de Paiva Junior, membro da Corte e diretor da Escola Judiciária Eleitoral da Paraíba (EJE-PB).

“O eleitor precisa saber que nem tudo que se escreve, que se divulga ou se publica é verdade. Se for uma notícia bombástica, ele precisa checar a fonte, e tomar muito cuidado antes considerá-la verídica, ou de passá-la adiante. Por isso, nossa grande arma contra as fakes news será a consciência do eleitor”, alertou.

De acordo com o magistrado, a Justiça Eleitoral também vai contar com o apoio do Ministério Público Federal (MPF) e da Polícia Federal (PF) para utilizar equipamentos modernos, de inteligência, para chegar até quem divulgou notícias falsas, mesmo que seja através de robôs.

Antônio Carneiro ressaltou que a questão de notícias falsas, boatarias sempre existiu e sempre vai existir no mundo inteiro, mas não pode ser utilizada a ponto de prejudicar determinada candidatura, ou influenciar de forma negativa ao eleitor. “Essa é uma grande preocupação não só da Justiça Eleitoral, mas do Judiciário como um todo. Por isso, estão sendo realizadas ações conjuntas para coibir esta prática e punir os autores”, comentou.

Segundo ele, seguindo o que determina a própria legislação eleitoral, a prática de fake news nas eleições deste ano será punida com rigor, com ações nas esferas criminais e cíveis, e sanções que vão desde a retirada da notícia do ar, multa ao candidato beneficiado ou responsável e até a cassação do registro de candidatura.

Caravana vai percorrer a Paraíba

O juiz disse ainda que o trabalho de conscientização do o eleitor é uma das missões EJE-PB, que iniciou a Caravana da Cidadania, percorrendo vários municípios paraibanos, com o Projeto Cidadania em Movimento, Eleitor do Futuro, para as escolas das redes pública e privadas.

Ele explicou que a ação vem ocorrendo com apresentações e palestras em várias escolas.

“O objetivo desta ação é resgatar a ética e discutir com os jovens da faixa etária de 14 a 18 anos, com temáticas relacionadas ao combate à corrupção, participação política e importância do voto”, explicou o juiz.

Em cada visita, também a apresentação de uma peça teatral “Eu e a Corrupção”, encenada pelo Grupo Cenário Eleitoral, composto por servidores do TRE-PB, de autoria do próprio magistrado, e promovido também um momento de integração e debates com os alunos presentes, que também receberão cartilhas e material educativo.

A Caravana da Cidadania já percorreu os municípios de Areia, Campina Grande e hoje estará em Guarabira. Terá prosseguimento no período de 11 a 15 de junho, percorrendo os municípios de Cajazeiras (12/06), Sousa (13/06) e Patos (14/06).

Em Areia, onde a caravana foi iniciada, na última terça-feira, a apresentação ocorreu no Colégio Santa Rita, com a participação de cinco escolas do município, totalizando mais de 500 alunos das escolas estadual Carlota Barreira, Ministro José Américo de Almeida, Álvaro Machado, Risco e as escolas privadas Risco e Rabisco (GEO) e Colégio Santa Rita.

Em Guarabira, a Caravana da Cidadania será instalada no Colégio da Luz, no Centro da cidade.

Relacionadas