segunda, 17 de junho de 2019
História
Compartilhar:

Marinha comemora 151 anos da batalha

Bruna Vieira / 10 de junho de 2016
Foto: Assuero Lima
A Batalha do Riachuelo completa 151 anos amanhã e foi comemorada ontem na Paraíba, na Capitania dos Portos. Data magna da Marinha, a data lembra a vitória dos marinheiros brasileiros contra os paraguaios, sob o comando do almirante Francisco Manuel Barroso. O conflito começou no rio da Prata e terminou na foz do Riachuelo. Durante a cerimônia, foram concedidas condecorações e promoção de praças. Hoje, a comemoração é no 3º Distrito Naval, em Natal e amanhã em Brasília.

Em 1865, a Tríplice Aliança formada por Brasil, Argentina e Uruguai lutavam contra o Paraguai, que queria se apropriar de territórios dos três países. O capitão de fragata Sérgio Luis Soares lembra que a vitória veio mesmo o inimigo estando em maior número. “Mesmo sendo pegos de surpresa, vencemos. Foi o maior conflito da América do Sul, na qual foi defendida a integridade nacional e o território com coragem e bravura”, disse o comandante da Capitania dos Portos.

Ronaldo Mendes foi um dos agraciados com a medalha de mérito marinheiro, com duas âncoras e passador de bronze. Ele recebeu medalha pelo reconhecimento dos serviços prestados. Com 29 anos de Marinha, ele agradece o mérito. “Entrei aos 17 anos. Passei 750 dias embarcado. Longe da família. É um orgulho poder mostrar essa honra para os meus dois filhos. Muitos atingem 30 anos de serviço e não conseguem. Ser da Marinha é um orgulho, poder servir ao país”, contou o sub-oficial.

Desembargador. O desembargador Marcelo da Fonseca Oliveira foi o único civil agraciado. Ele recebeu a medalha Marechal Teixeira Lott, da Associação Brasileira de Integrantes da Batalha Suez, a mais longa missão do Exército no exterior. “Receber medalha é importante porque é um momento de reflexão sobre o nosso merecimento. Fui sargento do Exército Brasi

Relacionadas