segunda, 12 de abril de 2021

História
Compartilhar:

Cerca de 30 grupos que já mandaram, hoje não influenciam mais em nada na Paraíba

Adelson Barbosa dos Santos / 14 de agosto de 2016
Foto: Arquivo
Mais de 30 famílias que já foram influentes na política da Paraíba, hoje não apitam mais em nada, ou em quase nada. Algumas delas mal conseguem eleger um prefeito ou um vereador no interior. Outras foram banidas completamente. Há algumas que se desfizeram da política partidária recentemente.

A família Lucena, embora mantenha resquícios políticos, com a ex-deputada Iraê Lucena na Executiva Nacional do PSDB e na direção nacional do PSDB Mulher, começou a degringolar depois da morte do pai dela, o ex- senador Humberto Coutinho de Lucena.

O pai de Humberto, Severino Lucena, foi deputado estadual. O avô dele (bisavô de Iraê), Solon de Lucena (que hoje dá nome à Lagoa, na Capital), foi duas vezes governador da Paraíba (de 1º de julho a 22 de outubro de 1916 e entre 22 de outubro de 1920 e 22 de outubro de 1924).

Um Lucena que figurou na política, com passagem efêmera, foi o ex-vice-prefeito de João Pessoa, Haroldo Lucena, irmão de Humberto e tio de Iraê. Ainda falando em Lucena, outro ramo da família se desfez politicamente há pouco tempo. Isto porque o ex-governador, ex-prefeito de João Pessoa e ex-senador Cícero Lucena aposentou as chuteiras recentemente.

A participação desse ramo dos Lucena na política se resume à ex-vice-governadora Lauremília Lucena, que hoje comanda o diretório municipal do PSDB da Capital.

Relacionadas