segunda, 25 de janeiro de 2021

Geral
Compartilhar:

Gervásio toma posse e promete abrir Assembleia Legislativa para o povo

Mislene Santos com informações de Nice Almeida / 01 de fevereiro de 2017
Foto: Nalva Figueiredo
O deputado Gervásio Maia (PSB) tomou posse nesta quarta-feira (1º) como presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) para o biênio 2017/2018. Emocionado, o socialista lembrou do pai, que tem o mesmo nome dele e falou da família.  Lembrou que seu antecessor, Adriano Galdino, do mesmo partido, foi extremamente correto enquanto esteve à frente da Casa e deu todo apoio ao cumprimento do Regimento Interno teceu comentários sobre a administração do governador Ricardo Coutinho.

“Sempre falei de forma improvisada, mas nesse instante que ocupo o cargo já ocupado pelo meu pai é cheio de emoções que lembro da minha trajetória. Cresci em ambiente político e conheci as necessidades do nosso Estado. Nesse ambiente aprendi que a política não pode ser meio de vida, mas instrumento adequado para promover as mudanças que o povo necessita. Hoje no meu quarto mandato tenho certeza que conheço razoavelmente a casa Epitácio pessoa”, declarou Gervásio Maia.

Ele também lembrou de quando entrou no PSB, partido do governador Ricardo Coutinho. “Quando ingressei no PSB sabia que estava entrando em uma legenda que estava fazendo o novo. Me sinto como se estivesse uma vida inteira dentro do partido, pelo novo cenário político que se instalou na Paraíba, porque o nosso povo não aceitará jamais o retrocesso. Para isso, podem ter certeza que estaremos unidos e se necessário for combatendo o bom combate, pois esse bom combate é bom. Combate para democracia e para um futuro melhor”, comentou o socialista.

Ele continuou falando sobre o futuro do Estado. “Nossos filhos e netos não merecem que a Paraíba volte ao passado. Foi acompanhado o trabalho do meu pai, então secretário de finanças de João pessoa, que reconheço as virtuosas práticas administrativas de Ricardo.     Hoje vivenciamos a grave crise financeira que se soma e vem potencializar a maior crise hídrica do século. A maior vivida por nossas gerações”, ressaltou Gervásio Maia.

O deputado comparou a administração da Paraíba a de estados de outras regiões do país. “Assistimos na imprensa estados ricos que recebem sempre a maior fatia do bolo financeiro do nosso país vem atrasando o pagamento dos servidores públicos e não conseguem honrar seus compromissos mais básicos. Na Paraíba o que vemos é um verdadeiro canteiro de obras.  Aumento de leitos hospitalares, construindo estradas e o Hospital Metropolitano de Santa Rita”, destacou.

De acordo com Gervásio Maia, a Paraíba vem se destacando porque o povo teve sabedoria e escolheu um bom governante, que vem quebrando as velhas práticas políticas e tomando medidas necessárias para enfrentar a crise que o país atravessa.

ALPB perto do povo    

Por fim, Gervásio Maia externo o seu desejo de aproximar a ALPB da população. “Vamos abrir a Assembleia, porque a Casa que é do povo deve estar cada vez mais próxima do cidadão. É nossa obrigação honrar os votos recebidos e manter o contato com o povo paraibano indistintamente. Meu avô me disse que a política é a arte de servir a coletividade. Não podemos esquecer que está Casa existe para mais de quatro milhões de paraibanos e nossos interesses não podem jamais ser maiores que os interesses do povo”, arrematou o novo presidente da ALPB.

Ricardo Coutinho

O governador Ricardo Coutinho (PSB) declarou que país mais precisa é de estabilidade. Par o socialista, a crise que o Brasil atravessa na atualidade é oriunda da instabilidade entre os poderes e que enquanto Adriano Galdino esteve à frente da ALPB, ele consegui manter a estabilidade ente dos poderes conduzindo a Casa de forma extremamente positiva.

Com relação ao mandato de Gervásio, previu que o deputado fará história à frente do Legislativo. “Participei e torci muito pela eleição de Galdino e de Gervásio. Tive a honra de participar e conviver muito com seu pai Gervásio Maia. Fomos adversários em um determinado momento tivemos bons momentos de disputa dentro do plenário,                         mas essas disputas serviram pra construir uma relação de respeito porque as pessoas que são corretas e verdadeiras têm que ser respeitadas, você concordando ou discordando dela”, afirmou Ricardo Coutinho.

Ele lembrou da época em que o pai de Gervásio Maia, de mesmo nome, foi secretário de finanças da prefeitura de João Pessoa, quando era prefeito e comentou da sua felicidade de ter o filho agora como presidente da ALPB. “Fico muito feliz em ver sucedendo Galdino um jovem ousado, porém determinado e corajoso o deputado. Sei que sua juventude, determinação e coragem em fazer avança. Tenho confiança enorme que vamos acelerar o desenvolvimento da Paraíba”, frisou o governador.

Por fim, afirmou que política só pode ser feita com uma face e com um lado. “Você pode até agregar valores, mas é fundamental que se tenha um único caminho porque aliados e adversários lhe respeitam”, arrematou Ricardo Coutinho.

Adriano Galdino

O ex-presidente ALPB, Adriano Galdino (PSB), disse durante a solenidade que a Casa estará em boas mãos a partir de agora. Durante do discurso, agradeceu a todos pelo apoio que recebeu no período que esteve à frente da ALPB.

Galdino também agradeceu ao governador pelas duas vezes que assumiu o governo do Estado. “Aprendemos muito como político e como pessoa. Sem falar que assumimos o governo em uma experiência única. Procuramos manter harmonia entre os três poderes que precisamos para o desenvolvimento da Paraíba. Esse laço de deu com respeito bem diferente de um passado que a Assembleia não dialogava”, declarou Galdino.

O socialista desejou êxito a Gervásio Maia. “Que Deus te ilumine nessa caminhada desafiadora tenho certeza que por sua postura pela sua experiência fará um brilhante trabalho”, disse Adriano Galdino.

Produção legislativa                        

Adriano Galdino aproveitou a oportunidade para prestar contas da produção legislativa. “Foram dois anos de muito trabalho, mas que valeram à pena. Posso dizer com muito orgulho que o filho do povo chegou onde não imaginava. Nossa produção legislativa subiu mais de 100℅. Na nossa gestão foram 8,5 mil proposituras. Pela primeira vez todas as emendas do orçamento foram aprovadas”.

Relacionadas