quinta, 26 de novembro de 2020

Geral
Compartilhar:

Desembargador Raphael Carneiro Arnaud morre na manhã desta quinta-feira em JP

Da Redação com Assessoria / 31 de dezembro de 2015
Foto: Divulgação

O desembargador Raphael Carneiro Arnaud morreu às 8h desta quinta-feira (31) aos 78 anos, por complicações cardíacas. O magistrado estava internado desde a segunda-feira (28) no Hospital da Unimed, em João Pessoa, onde foi submetido a uma cirurgia no coração na terça-feira (29).



O velório do magistrado ocorre no Parque das Acácias, no bairro José Américo, na Capital, onde ocorrerá o sepultamento no final da tarde de hoje. O ex-presidente do TJPB deixa quatro filhos: Viviane, Abmael, Liana e Eulália Carneiro Arnaud. 



O atual presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Marcos Cavalcanti, lamentou, por meio de nota, a perda do magistrado Raphael Carneiro Arnaud, lembrando o “grande" trabalho que ele fez em favor da Justiça estadual, quando presidente do TJ, ocasião em que deu prosseguimento ao plano de construção de novos prédios para abrigar os fóruns das comarcas do interior do Estado. "Grande homem público, notável jurista", ressaltou o desembargador Cavalcanti.



Nascido na cidade de Pombal, no dia 25 de abril de 1937, Raphael Carneiro Arnaud fez o curso de Ciências Jurídicas e Social pela Faculdade de Direito da Universidade de Pernambuco, sendo integrante da turma de 1962.Iniciou suas atividades profissionais como integrante do Escritório de Advocacia do professor Mário Neves Batista, em Recife (PE). Foi advogado do Instituto de Previdência social e do Banco do Brasil.



A 27 de maio de 1988, tomou posse como Desembargador do Tribunal de Justiça da Paraíba, nomeado por ato datado do dia 4 do mesmo mês e ano, em face da sua indicação pela representação constitucional do “quinto”, destinada a advogados e integrantes do Ministério Público.



O desembargador Raphael Carneiro Arnaud presidiu o Tribunal de Justiça da Paraíba no biênio 1997-1998. Nesse período, deu seguimento ao programa de construção de vinte prédios destinados ao funcionamento de fóruns, inclusive o edifício do Fórum Afonso Campos, da comarca de Campina Grande.

Relacionadas