terça, 25 de junho de 2019
Estilo
Compartilhar:

Saiba como as cores influenciam na saúde e no humor

Lílian Moraes / 20 de maio de 2017
Foto: Divulgação
A escolha das cores é de fundamental importância para manter o equilíbrio da casa, do escritório ou do ambiente do trabalho. A cor escolhida pode influenciar beneficamente os ambientes que são utilizados e cada tonalidade, provoca estímulos variados no sistema nervoso das pessoas, afetando as emoções e até o humor.

DEIXE SEU COMENTÁRIO NO FIM DA MATÉRIA

As cores tornam a vida mais alegre e divertida. É através delas que podemos demonstrar o nosso estado de espírito e o nosso jeito de ser. Mas, cada uma delas possui um poder específico, com benefícios diversos para cada área da nossa vida e da nossa casa também. Então, que tal usar isto para melhorar o astral de sua residência e ainda ganhar um incentivo a mais para a saúde de toda a família? Segundo o arquiteto Ricardo Araújo, quando bem escolhidas, as cores interferem no ambiente e atuam diretamente no humor e no equilíbrio da saúde e bem-estar das pessoas.

“Qualquer ambiente combina com qualquer cor, basta saber qual a intenção que se quer colocar nos locais determinados. Elas ajudam a modificar a expressão dos ambientes, interferindo diretamente no humor das pessoas que residem ou visitam o imóvel e também nas sensações de uma maneira geral, devido ao senso estético que podem ajudar no bem-estar. Uma boa pintura reanima o espírito de um lugar”, afirma Ricardo que é mestre em Arquitetura e Urbanismo e professor da Unipê.

De acordo com o arquiteto, as cores podem ser usadas de várias maneiras para promover o bem-estar e é através da Cromoterapia, que é a ciência que compreende os efeitos destas sobre o ser humano, que podemos entender e escolher a mais adequada para o que necessitamos ou desejamos obter. Ele disse que seguir a própria intuição na hora de escolher a cor ideal para cada ambiente é interessante, mas, para quem deseja um trabalho mais elaborado, a ajuda de um especialista no assunto é o recomendado.

“As cores podem provocar efeitos diretamente sob as diferentes sensações e percepções humanas, colaborando na diminuição do estresse, de problemas de saúde e também para o prazer estético, promovendo alegria, tristeza, apetite, ansiedade, etc. Para ativarem coisas específicas, ou para um trabalho mais elaborado do espaço interior, o indicado é que se consultem especialistas no assunto, normalmente arquitetos, psicólogos e designers de interiores. Ou, quem desejar, pode se arriscar de acordo com a própria intuição. Também vale a pena experimentar e observar”, disse Ricardo.



Vibração das cores depende da intensidade da luz

Luz e cor são duas coisas que combinam perfeitamente. Por isso, saber usá-las em conjunto, para se obter um bom resultado final, é uma das principais dicas dos especialistas no assunto. Segundo o arquiteto Ricardo Araújo, o uso correto da luz sobre as cores intensifica os seus efeitos, ou seja, quanto maior a incidência desta no ambiente pintado com a cor escolhida, maior será a vibração desta. Já o contrário, uma incidência menor de luz no ambiente, provocará menor vibração das cores, prejudicando os resultados desejados.

“Quem não quiser pintar uma parede, mas deseja dar um toque de cor ou mudar o ambiente pode comprar um móvel colorido”, explica a empresária Ana Chiara que trabalha com móveis. Ela explica que nos últimos anos, há uma inovação nas cores dos móveis. “Hoje temos a opção de uma penteadeira e uma cama cor de rosa e o bom é que dá um toque de alegria ao quarto da menina”. Ela diz que há muitos tons como amarelo, azul, vermelho que dão uma nova vida a um quarto, sala, copa, cozinha.

Relacionadas