quarta, 19 de dezembro de 2018
Estilo
Compartilhar:

Paraibana está na final do Senai Brasil Fashion

Redação com assessoria / 20 de setembro de 2016
Foto: Wneto Tolkien
A paraibana Pétala Rodrigues, estudante de moda do Senai PB, está entre os 12 finalistas  da terceira edição do projeto Senai Brasil Fashion, que tem como objetivo incentivar a educação profissional e ações inovadoras na indústria da moda, além de dar visibilidade a novos talentos nessa área.

Pétala Rodrigues desenvolveu uma coleção inspirada na própria identidade nordestina, como os elementos regionais e o comportamento dos moradores.

Nessa reta final, os aprovados tiveram a oportunidade de aprimorar suas coleções, cuja temática é “Transformação”– que foram criadas previamente para o concurso - em uma vivência inspiracional em Inhotim (MG), que aconteceu  na última semana, sob a coordenação do estilista Alexandre Herchcovitch. Na cidade mineira, o foco foi a pesquisa criativa na criação da moda.

Além disso, passarão por outros dois encontros com quatro grandes estilistas - Lenny Niemeyer, Ronaldo Fraga, Lino Villaventura, além de Herchcovitch, ocasião em que receberão orientações sobre todas as etapas de desenvolvimento de uma coleção – desde o conceito criativo até a confecção das roupas, passando pela concepção da trilha sonora do desfile, escolha do styling e definição da maquiagem e cabelo.

O processo de coaching com esses grandes nomes da moda resultará em um desfile profissional, realizado em Brasília, em novembro, para a apresentação de peças desenvolvidas pelos alunos a partir da orientação dos seus coachers.

croqui-dos-vestidos

Quem é Pétala

Com a tia Maria José Soares dona de um Ateliê e a mãe Rosângela Rodrigues, costureira, Pétala sempre foi influenciada pela moda e quis seguir a carreira desde pequena. Natural de João Pessoa, Paraíba, ela está no segundo semestre do curso de Técnico em Produção de Moda, no SENAI PB e é uma dos doze alunos selecionados para participar da terceira edição do SENAI Brasil Fashion.

“A moda influencia na forma como eu passei a observar as pessoas. Ela aumentou meu repertório, especialmente com o que o SENAI Brasil Fashion está me proporcionando”, diz Pétala.

O curso profissionalizante veio da vontade de aumentar seu conhecimento em moda, já que já havia feito um curso técnico em vestuário. “O curso do SENAI são muito bons”, diz Petala. E o interesse em participar do SENAI Brasil Fashion decorreu de uma conhecida que havia participado da edição anterior. Para a Seleção, Petala buscou inspiração na identidade nordestina, que faz parte da história dela.

De todas as etapas desta terceira edição, a que a paraibana está mais ansiosa é a parte prática, na qual ela começará a produzir os modelos.

Com sua participação no projeto, Petala espera aprender muito, especialmente com seu coach, Lino Villaventura, o qual acredita ter coisas em comum por ser natural da mesma região que ele e aplicar influências regionais em suas produções. “Lino tem muita experiência, sabe o que está falando”, diz a paraibana.

A moda, por não ser um ramo fácil, ensinou Pétala a ser mais persistente, mais dedicada aos estudos. “A moda me ensinou a ser mais forte, me deu um olhar poético sobre o mundo.”, diz. Sua perspectiva profissional com o final do concurso é de ter seu trabalho reconhecido, especialmente pelos coaches e absorver o máximo de conhecimento. Ela pretende seguir carreira de figurinista no futuro.

Relacionadas