sexta, 22 de janeiro de 2021

Geral
Compartilhar:

Em Campina, o grupo paulista Parlapatões apresenta duas peças,

Renato Félix / 26 de abril de 2017
Foto: Divulgação
A vida de palhaço não é fácil. Pelo menos não a do quarteto de Os Mequetrefe, peça do grupo paulista Parlapatões que será apresentada em duas sessões hoje em Campina Grande, a bordo do projeto Palco Giratório. Os pessoenses conferiram na sexta passada o confuso dia, da hora de acordar à hora de dormir, dos quatro palhaços chamados igualmente Dias.

Fazendo rir crianças e adultos, o grupo não se preocupa em fazer a linha da peça educativa e politicamente correta, ainda bem. "Crianças, não façam isso em casa. Façam na casa do amiguinho que seus pais não vão ver", diz Hugo Possolo, no palco, em Palapatões Clássicos do Circo, a outra peça, que o grupo apresentou sábado em JP e encena amanhã em CG.

Se a segunda é formada por quadros independentes, a primeira cria situações mais ou menos interligadas que vão sendo subvertidas pelo nonsense. As escadas do cenário podem virar um carro, que, para ser consertado, vai sendo na verdade desmontado.

Os atores fazem tudo parecer fácil e à plateia só resta compartilhar de um dia cheio de maluquices como um chefe com cabeça de latão e a busca do palhaço por sua cachola. A vontade é de também ser palhaço.

Relacionadas