quarta, 26 de junho de 2019
Geral
Compartilhar:

E-commerce é alternativa para empreender na recessão

Francisco Varela Neto / 30 de setembro de 2017
Foto: Divulgação/Herbet Souza
O empreendedorismo digital está cada vez mais inserido no mundo dos negócios e as empresas já veem esse assunto como indispensável dentro de seu planejamento comercial e digital. Para além do quantitativo atual, são muitos os paraibanos que querem empreender no mundo virtual. Em meio à recessão econômica que atinge a economia brasileira, a internet gerou oportunidades para que o comércio eletrônico se torne um dos principais aliados dos paraibanos para a aquisição de produtos. Na maioria das vezes, proporciona uma compra com melhor custo-benefício.

De acordo com o especialista em marketing digital e comércio eletrônico, Vinnie de Oliveira, a dica principal para quem deseja entrar na área de comércio digital é se profissionalizar. "Hoje em dia é muito importante você se profissionalizar para que você consiga fazer bem o marketing digital e até o seu processo de e-commerce, porque os dois estão muito interligados. É importante buscar se profissionalizar, ter planejamento, estratégia, ter claro quem é seu público alvo, porque isso é que vai fazer o grande diferencial no teu negócio. O digital exige cada vez mais esse profissionalismo. É importante estar com profissionais que consigam te apoiar nesse sentido, gere relacionamento, gere compartilhamento, porque a partir disso você vai entender e saber o que você precisa entregar para ele", explicou Vinnie.

A empreendedora e empresária  Neyla Venâncio, que é um exemplo muito bem sucedido no E-commerce e um sucesso nas redes sociais, principalmente no Instagram, entende que é necessário sempre surpreender e superar expectativas. "Eu acho que para qualquer negócio, é necessário profissionalização, buscar ajuda externa, existem muitos órgãos que nos auxiliam, enfim. É importante entender o seu nicho de mercado, o que é que você se identifica e procurar fazer a coisa para surpreender e superar as expectativas no cliente", disse a empresária.

Assista abaixo:




 

 

Relacionadas