domingo, 25 de outubro de 2020

Geral
Compartilhar:

Duo Max e Marcê faz releitura dançante da obra de Chico Buarque

André Luiz Maia / 08 de abril de 2017
Foto: Divulgação
Como seria uma releitura pop dos clássicos de Chico Buarque, um de nossos compositores mais respeitados? É com isso em mente que a dupla Max e Marcê realizou o projeto Baile do Chico, que passa por João Pessoa hoje em uma apresentação na Vila do Porto.

O repertório conta com versões dançantes de canções como “A banda”, “Essa moça tá diferente”, “João e Maria” (parceria de Chico Buarque com o paraibano Sivuca), “Terezinha”, dentre outros sucessos do artista. Prato cheio para os "chicólatras" paraibanos.

A proposta do projeto é explicitar o caráter popular do repertório de Chico, que entrega qualidade, mas também diversão. "Talvez o carioca Chico, seja o autor brasileiro que mais perpetua em sua obra a tradição com a modernidade e faz com maestria essa mistura chegar ao público", explica Max, em material de divulgação. Ele é responsável pela guitarra, voz e arranjos, enquanto Marcê canta e faz a direção do espetáculo.

Este não é o primeiro projeto de Max e Marcê. A dupla já tem mais de dez anos de carreira, com dois CDs autorais e duas turnês com repertório próprio (Por Causa de Você e Entre a Mata, o Mar e o Amor. Também já homenagearam Dalva de Oliveira em um show

Atualmente, o duo está divulgando o clipe de "11:27", parte do novo projeto autoral dos artistas, com previsão de lançamento no segundo semestre. A canção tem a participação de Paulinho Moska.

Relacionadas