quarta, 03 de março de 2021

Geral
Compartilhar:

Dois crimes hediondos chocam Sapé e João Pessoa

Ainoã Geminiano / 14 de junho de 2017
Foto: Reprodução
Dois crimes chocantes movimentaram as ocorrências policiais ao longo desta terça-feira (13), na Paraíba. O primeiro deles foi descoberto no início da manhã, na zona rural da cidade de Sapé, a 48 quilômetros da Capital, onde os corpos de dois homens, carbonizados, foram encontrados em um canavial.

No começo da tarde, um homem foi encontrado com vida em um matagal, no bairro Costa e Silva, em João Pessoa, despido e amarrado, com marcas de facadas pelo corpo e os dois olhos furados. Nos dois casos, a polícia ainda não tem pista dos criminosos.

Mistério permanece

Em Sapé, o delegado Frederico Magalhães conduziu um levantamento pericial, que terminou sem a identificação das vítimas. “Vamos aguardar denúncias de desaparecimentos na região ou mesmo o comparecimento de familiares, na delegacia,  para que sejam realizados os exames de DNA e a identificação das vítimas. Isso é fundamental para o avanço das investigações. Aparentemente, trata-se de dois homens. Se daqui a três meses ninguém aparecer, eles serão enterrados”, disse. O delegado também disse crer que as vítimas foram mortas em outro local e levadas para o canavial.

Em estado grave

O caso do homem agredido, em João Pessoa, é igualmente misterioso. A vítima foi encontrada por moradores do Costa e Silva, que ligaram para a polícia informando a ocorrência de um assassinato. No entanto, minutos depois perceberam que o homem ainda estava vivo e também chamaram o Samu. Bastante debilitado, foi socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma, onde permanecia interno, com estado de saúde considerado grave, até o fechamento desta edição. A polícia investiga os motivos da agressão, além da autoria do crime. No final da tarde, um parente identificou a vítima como José Wilson Pereira, de 52 anos.

 

Relacionadas