sábado, 28 de novembro de 2020

Geral
Compartilhar:

Disque-denúncia: número de prisões cresce 73%

Redação com assessoria / 25 de janeiro de 2016
Foto: Divulgação
O número de prisões motivadas por denúncias anônimas feitas ao Disque-denúncia (197) cresceu 73,72%. Mas esse não foi o único resultado da ação de populares que tomam coragem e denunciam crimes por meio do telefone. As apreensões de armas e de drogas também aumentaram, fruto dessas ligações. No caso das armas o aumento foi de 209%, já com relação as drogas foi de 200%

As soluções apresentadas pela segurança pública às denúncias feitas pelo número 197, possivelmente estejam encorajando a população a fornecer mais informações. Segundo o levantamento, em relação à apreensão de armas, os números comparativos são ainda maiores.

“Nós trabalhamos com a investigação dos fatos e não com o atendimento direto no local do fato. Após a denúncia ser formulada, os policiais iniciam a investigação com base nos dados repassados pelo informante e assim estamos conseguindo efetuar várias prisões, além da apreensão de armas e drogas no Estado. É importante lembrar que o denunciante não precisa se identificar e mesmo para aqueles que se identificarem, nós garantimos que sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo”.

João Micena. Gerente do Disque-denúncia.

 

 

disque_denuncia

Como funciona – A ligação para o 197 é gratuita e pode ser feita de celular ou telefone convencional, de qualquer lugar do Estado. O serviço funciona 24 horas por dia e o denunciante não precisa se identificar. A denúncia também pode ser feita pelo e-mail gintel.denuncia@ssp.pb.gov.br. Para este e-mail, o cidadão poderá enviar documentos como texto, imagens e vídeos que complementem uma denúncia por telefone e que considere importante para as investigações.  Ao receber a denúncia, o policial integrante do 197 encaminha em tempo real as informações para a Delegacia Especializada responsável pela área do teor da denúncia.

Relacionadas