quinta, 25 de fevereiro de 2021

Comportamento
Compartilhar:

Contrato para namoro já existe, mas ainda não há casos registrados em João Pessoa

Celina Modesto / 13 de junho de 2017
Foto: reprodução web
Fazer um contrato de namoro pode parecer surreal para muitos, mas trata-se de um tipo contratual que sim, existe, e serve para proteger os bens dos enamorados. O registro pode ser feito no Cartório de Notas como escritura pública e não precisa da intervenção ou auxílio de advogados. Embora o documento exista, dois Cartórios de Notas de João Pessoa disseram ainda não terem feito registros do tipo. Comente no fim da matéria.

Neste caso, o contrato de namoro previne e blinda os patrimônios de cada um. Dessa forma, com o eventual fim do relacionamento, os bens do antigo casal estão protegidos. É um contrato ainda novo no ordenamento jurídico brasileiro.

O perfil de pessoas que procuram esse tipo de contrato é geralmente de um público mais velho, com histórico de separação ou viuvez e que não deseja partilhar os bens em outros relacionamentos. De acordo com o Colégio Notarial do Brasil, foram registrados 26 contratos de namoro em 2016 em todo o país.

O documento serve também como prova de que o relacionamento entre o casal não era tão sério, caso uma das partes recorra à Justiça para indenizações.

Doria inventou o Dia dos Namorados

O 'Dia dos Namorados' só existe no Brasil. Não existe em nenhum outro lugar do mundo. Há quem celebre o Dia de São Valentim, em 14 de fevereiro - que, em alguns países latinos, até pode se chamar 'Dia de Los Enamorados'.

São Valentim é uma tradição medieval, do tempo de cavaleiros e donzelas. Dia dos Namorados é uma criação da agência de publicidade de João Doria (1919-2000), pai do atual prefeito de São Paulo, João Doria Jr.

Em 1948, a Standart Propaganda recebeu um trabalho da Exposição Patriarca e Modas Clipper, lojas de roupas. Eles queriam impulsionar as vendas em junho, mas o mês não tinha nenhuma data como Natal ou Dia das Mães.

Doria simplesmente criou um anúncio dizendo que 12 de junho era o 'Dia dos Namorados' e os pombinhos deviam correr para as lojas.

Relacionadas