quinta, 18 de julho de 2019
Geral
Compartilhar:

Começa a Semana de Arquitetura do Iesp SAAU´19 no Espaço Cultural

Kubitschek Pinheiro / 22 de abril de 2019
Foto: Divulgação


A Semana Acadêmica de Arquitetura e Urbanismo do Iesp SAAU´19, este ano deixa as ruas da cidade e realizará as atividades no Espaço Cultural José Lins do Rego. Lá vão acontecer diversas atividades culturais. Outra novidade é o encontro do Conselho Superior do Instituto de Arquitetos do Brasil, o COSU Parahyba, que integrará a programação da Semana Acadêmica. Profissionais de todo o Brasil estarão presentes no evento, que começa nesta segunda-feira (20) e segue até a quinta-feira (25).




A SAAU’19 será organizada em conjunto com o departamento paraibano do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB.pb) e com a rede nacional BR Cidades. A programação geral do evento terá mesas redondas de debate pela manhã, mostra de pesquisas à tarde e palestras especiais à noite. Paralelamente, entre os dias 22 e 25 de abril, filmes temáticos sobre a questão da moradia integrarão o ciclo de cinema Cine SAAU BR Cidades. Já entre os dias 24 e 27 de abril, será realizada a 156ª Reunião Nacional do Conselho Superior do IAB. A programação completa pode ser vista no site http://saau19.iesp.edu.br.




Segundo professor, Pedro Rossi, coordenador do Curso de Arquitetura do Iesp e organizador do evento, este ano, a movimentação será grande.  Por lá vão passar os principais nomes associados às discussões pelo direito à cidade, estudantes, pesquisadores, profissionais, intelectuais e ativistas de todo o Brasil.


A SAAU é o momento em que colocamos em pauta como debate tudo aquilo que discutimos em sala de aula. É o momento de ampliar a discussão e convidar a população para construir o conhecimento junto com os alunos, professores e demais comunidade acadêmica. Para os estudantes do IESP, essa oportunidade é ímpar!”, comentou Pedro Rossi




A palestra de abertura ficará a carga de uma professora da UNICAMP, a geógrafa Arlete Moysés Rodrigues. Na terça, dia 23, a arquiteta e urbanista carioca Tainá de Paula será a estrela da noite. No encerramento, teremos a participação do presidente nacional do IAB, o arquiteto Nivaldo Andrade, e o ex-presidente desse mesmo instituto, o arquiteto Sérgio Magalhães. Ambos tratarão sobre o Congresso Mundial de Arquitetos, a ser realizado no Rio de Janeiro, em 2020.




Na terça-feira (23),  a arquiteta e urbanista carioca Tainá de Paula falará sobre cidade, espaço e democracia, costurando questões étnico-raciais nos espaço públicos. Entre os dias 24, 25 e 26 de abril, as palestras serão protagonizadas por membros do Conselho Superior e de Diretorias do IAB, entre eles, Cláudia Pires (de Minas Gerais) e Demetre Anastassakis (do Rio de Janeiro), na quarta; Tiago Holzmann (do Rio Grande do Sul), na quinta; e Nivaldo Andrade (da Bahia) e Sérgio Magalhães (do Rio), na sexta. Essas atividades acontecerão a partir das 19h, no Teatro de Arena do Espaço Cultural.




Cine SAAU BR Cidades


 


Um destaque da programação deste ano é o ciclo de cinema independente pelo direito à cidade, o Cine SAAU BR Cidades. A programação contará com cinco filmes documentários sobre a produção de moradia no Brasil e sobre experiências de ocupação nas cidades. A abertura do ciclo será com o filme Era o Hotel Cambridge, da diretora Eliane Caffé. Após as exibições haverá debate com pessoas convidadas. As sessões acontecerão das 14h às 17h, no Cine Bangüê, com entrada franca.




“Serão exibidos cinco filmes que tratarão a temática da moradia. O Cine SAAU BR Cidades é um ciclo de cinema independente pelo direito à cidade. A abertura do ciclo será com o filme Era o Hotel Cambridge, da diretora Eliane Caffé”, pontuou Rossi.




A segunda edição da SPMTCC da SAAU contará com 30 apresentações de trabalhos sobre o tema da habitação e questões de moradia no Brasil. O cronograma das apresentações está distribuído entre os dias 22 e 25 de abril e ocorrerá no turno da tarde. O resultado da seleção de artigos está sendo sistematizada e se transformará em livro.


Mesas -Uma das atividades mais importantes das mesas redondas será o encontro do Movimento Ocupe Estelita, de Recife, com o movimento Porto do Capim em Ação, de João Pessoa. Serão discutidos os processos que levaram ao surgimento desses coletivos e a sua importância para o cenário das resistências contra o avanço do capital especulativo imobiliário. Em outros dias, serão abordados os campos de atuação profissional em arquitetura e urbanismo e as experiências de Assistência Técnica que vem sendo desenvolvidas no município de Conde, na região metropolitana de João Pessoa. As mesas redondas acontecerão a partir das 9h no mezanino do Espaço Cultural.




“Estamos passando por momentos difíceis, de grande disputa dos territórios. Os casos do Ocupe Estelita e do Ocupe Porto do Capim ambos são movimentos de resistência da sociedade civil organizada em defesa da cidade e de suas características culturais”, fechou Pedro Rossi.




 

Relacionadas