terça, 19 de novembro de 2019
Geral
Compartilhar:

Com paraibana, Brasil contará com 60 atletas no Mundial

Allan Hebert / 12 de julho de 2019
Foto: Satiro Sodré/ SSPress/CBDA
Principal competição da temporada 2019 dos esportes aquáticos, o Campeonato Mundial será iniciado nesta sexta-feira (12) e vai até o dia 28 de julho, em Gwangju, na Coreia do Sul. Ao todo, o Brasil será representado na competição por 60 atletas. A Paraíba será representada por Luana Lira, que vai competir em três provas nos saltos ornamentais.

A estreia de Luana Lira aconteceu na madrugada desta sexta-feira (12), nas eliminatórias do trampolim de 1 m. Ela ainda vai competir na prova individual do trampolim de 3 m, além do trampolim sincronizado, em que vai participar ao lado da experiente Tammy Galera.

Logo após o Mundial, Luana Lira viaja para Lima, no Peru, onde vai participar dos Jogos Pan-Americanos. Antes de embarcar para a Coreia do Sul, ela falou da expectativa para a disputa das duas competições.

“Sim! Será mais uma oportunidade que terei, será minha terceira vez competindo no Mundial de Esportes Aquáticos e minha primeira vez disputando os Jogos Pan-Americanos na categoria adulta. Estou muito animada e me preparando bem para as provas”, completou.

Durante mais de duas semanas, Gwangju, na Coreia do Sul, vai receber a 18ª edição do Campeonato Mundial, que contará com a participação de mais de 4.500 atletas e integrantes das comissões técnicas de mais de 190 países inscritos, divididos nas seguintes modalidades: natação, águas abertas, saltos ornamentais, salto em plataforma alta, nado artístico, polo aquático e polo aquático de praia.

Meta. Na última edição do Mundial, disputado em Budapeste, na Hungria, em 2017, a equipe brasileira terminou com oito medalhes, sendo duas de ouro, quatro de prata e duas de bronze. O objetivo deste ano é superar o número de pódios conquistados há dois anos.

Donas dos ouros em Budapeste, Ana Marcela Cunha (maratona aquática) e Etiene Medeiros (natação) são grandes apostas da delegação brasileira. Outro que tem tudo para brilhar é o nadador Bruno Fratus. Dono do melhor tempo do ano nos 50 m livre, o atleta quer superar a prata obtida em 2017.

Relacionadas