quinta, 21 de março de 2019
Geral
Compartilhar:

Brasil joga nesta terça-feira contra Argentina; Messi está fora

Redação / 16 de outubro de 2018
Foto: Reprodução
Brasil e Argentina, protagonistas do superclássico do futebol sulamericano, se enfrentam nesta terça-feira (16), na Arábia Saudita, um duelo em que a Seleção contará com Neymar, enquanto os argentinos não terão Messi. A partida será disputada às 14h45,no estádio King Abdullah Sports City, na cidade de Jedá.

A partida será a 104ª entre as duas seleções, com retrospecto ligeiramente favorável ao Brasil: são 40 vitórias para a Seleção contra 38 para os argentinos, além de 26 empates.

O Brasil chega ao clássico vindo de vitória por 2 a 0 sobre a Arábia Saudita, na sexta-feira, uma partida em que Tite mexeu bastante na equipe titular no intuito de realizar alguns testes no elenco. Agora, porém, deverá apostar no que tem de melhor para encarar os arquirrivais, com Coutinho, Neymar e Firmino no ataque.

“Todo jogo contra a Argentina é diferente, tem uma dimensão muito grande e sabemos o que essa partida envolve. Nossa equipe se preparou bem, então esperamos fazer uma grande partida e buscar a vitória”, analisou o zagueiro Miranda, um dos jogadores que retorna a equipe titular, fazendo dupla de zaga com Marquinhos.

Após os testes com Fabinho e Alex Sandro contra os sauditas, os veteranos Danilo e Filipe Luís voltarão às laterais da equipe. Assim, a única dúvida se encontra no meio de campo, onde Tite ainda não definiu se iniciará a partida com Arthur, uma das apostas do treinador para o novo ciclo da Seleção até a Copa do Mundo do Catar-2022, ao lado do intocável Casemiro e de Renato Augusto.

Do outro lado do campo, o Brasil encontrará uma Argentina que vem de goleada por 4 a 0 sobre o Iraque, numa partida em que o técnico interno Lionel Scaloni apostou em caras novas.

Sem Lionel Messi, que não é convocado desde a eliminação diante da França nas oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia, a Argentina vem colocando em prática uma intensa renovação de seu elenco.

Além do craque do Barcelona, também não foram convocados outros medalhões como Sergio Agüero (Manchester City), Gonzalo Higuaín (AC Milan) e Ángel Di María (PSG). O veterano goleiro Sergio Romero, porém, está de volta, após ficar de fora do Mundial russo devido a uma lesão no joelho.

Relacionadas