sexta, 20 de setembro de 2019
Geral
Compartilhar:

Após 25 anos, Clóvis Junior volta a apresentar uma exposição em CG

Clóvis Roberto / 11 de junho de 2019
Foto: Divulgação
Em pleno período junino, a colorida Campina Grande se abre para receber a arte naif de Clóvis Júnior. O artista abre hoje), às 19h30, a mostra individual Todas as Cores, juntamente com a realização da noite de autógrafos do livro resumo de sua obra. A vernissage será no Hotel Slavieiro, no Complexo Multiuso Heron Marinho.

O título da exposição indica os trabalhos que serão apresentados. É uma viagem por todas os períodos artísticos do guarabirense Clóvis Júnior. "São trabalhos de todas as fases da minha carreira. Do colorido, do período azul e da última fase, a marrom", informa.

Clóvis Júnior selecionou para a mostra Todas as Cores telas que representam as várias mudanças de sua arte, fases em que mantêm firme o traço característico de sua obra, com elementos como os o homem e a mulher do interior, as festas típicas, os cajus que aprendeu a apreciar no bairro do Bessa, em João Pessoa, os pássaros, o boi, a musicalidade.

Nos quadros, a religião é a celebração com seus santos, suas cenas. Está religiosidade está presente em telas como "A Santa Ceia" e "São Francisco".

Sobre a fase marrom, o artista revela. "Pintar tom sobre tom não é fácil, exige certo cuidado, é uma fase nova. Tem suas peculiaridades", aponta.

Essa mostra individual em Campina Grande acontece após 25 anos de Clóvis Júnior longe daquela cidade. E nada melhor que retornar a expor na cidade em pleno período dos festejos do Maior São João do Mundo.

"Tem sim uma ligação especial esse período do ano com a minha arte. O período junino é fonte de inspiração, é uma época especial para toda a região Nordeste, é sinônimo de festa", ressalta Clóvis Júnior.

O colorido da época tem muito do que é retratado nos quadros das telas em naif do artista. O campo, as festas regionais, a religiosidade, a natureza, são elementos marcantes, tanto na vida nordestina como elementos presentes nas telas. E em tudo, a alegria da região.

Nas telas, o mundo surge através do olhar de Clóvis Júnior: simples, harmonioso e poético. É um mundo nordestino que se revela. É como pegar uma estrada para um passeio pela paleta de cores que se combinam.

O livro

Clóvis Júnior é o nome do livro que apresenta um resumo em imagens a obra deste artista nascido em Guarabira e radicado em João Pessoa desde os 17 anos, aluno do mestre Hermano José.

A publicação luxuosa é uma realização do Serviço Social do Comércio (Sesc), que foi lançada no final do ano passado.

Nas suas 110 páginas, o livro, inicialmente, mergulha na fase mais recente do artista, a marrom, porém, sem deixar de visitar o período azul e todo o colorido das telas que o tornaram conhecido como referência da arte naif no país e exterior, tendo exposto, por exemplo, em Nova York, Londres e Paris.

"É um reencontro com Campina Grande, que vive o período de festas juninas. É muito bom poder voltar nesse período e expor a minha arte, os meus quadros, um resumo da minha trajetória." - Clóvis Júnior, artista plástico

Relacionadas