quarta, 14 de novembro de 2018
Cidades
Compartilhar:

Apagão deixa CG sem energia elétrica por mais de meia hora

Wênia Bandeira / 01 de novembro de 2018
Foto: Marcos Santos/USP Imagens
A cidade de Campina Grande registrou um apagão de energia elétrica ontem, deixando cerca de 70 consumidores no escuro, segundo informou a Energisa. Hospitais e o trânsito tiveram problemas durante o dia.

Segundo nota da Energisa, às 10h56 uma tentativa de furto na subestação Campina Grande I, ocasionou uma descarga elétrica interrompendo o fornecimento de energia para cerca de 70 mil clientes na região. Às 11h28 todo o sistema já havia sido restabelecido, com 100% do abastecimento normalizado.

Enquanto a energia não reestabalecia o abastecimento, as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) dos bairros Dinamérica e Alto Branco precisam ligar geradores de energia para continuar com o atendimento. Foi quase uma hora sem funcionamento normal, segundo a Secretaria Municipal de Saúde.

O Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes e o Hospital Universitário Alcides Carneiro tiveram queda de energia, mas sem impacto no recebimento de pacientes. O aeroporto João Suassuna também funcionou sem problemas.

A Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP) informou que pelo menos 30 cruzamentos tiveram os semáforos apagados por cerca de 30 minutos. Com isso, 25 agentes tiveram que intervir para organizar a passagem de veículos.

Invasão na Chesf

A Polícia Militar informou que dois adolescentes tentaram invadir a unidade da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf), do bairro José Pinheiro, ontem. Um dos garotos, de 16 anos, sofreu uma descarga elétrica e precisou ser socorrido para o Hospital de Trauma. A PM ainda acrescentou que a descarga foi sofrida após eles tentarem pular o muro do local. O hospital informou que a vítima teve queimadura de 3º grau em todo o corpo e seu estado de saúde é considerado grave.

Relacionadas