terça, 16 de julho de 2019
Geral
Compartilhar:

29 mil multas são registradas por câmeras de monitoramento em JP

Aline Martins / 13 de setembro de 2018
Foto: Assuero Lima
Em algumas vias públicas de João Pessoa, principalmente nos locais de intenso fluxo de veículos e em áreas comerciais, é comum observar motoristas cometendo infrações de trânsito. No entanto, as irregularidades estão sendo vistas pelas câmeras de monitoramento da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP) e tem gerado autuações e multas. Neste ano, só pelos equipamentos de imagem foram 17.540 autuações convertidas em multas. Já dos redutores de velocidade foram registradas 11.794 multas. Juntando as duas formas de conter as infrações de trânsito foram pagas mais de R$ 2,2 milhões.

No caso das câmeras de monitoramento, a Superintendência, através da assessoria de comunicação, informou que as autuações dos motoristas que cometeram alguma infração são feitas em tempo real, porém só são convertidas em multa após o trâmite do recurso da autuação, caso haja contestação. Este ano, a Semob-JP instalou uma câmera na Avenida Rio Grande do Sul e um redutor de velocidade na Avenida Cruz das Armas, no mês passado.

“O dinheiro arrecadado com as multas é usado para a compra e instalação de sinalização, campanhas educativas e elaboração de projetos”, segundo o superintendente da Semob, Adalberto Araújo.

Locais

As áreas que as câmeras mais flagraram infrações são na parte central da Capital, em shoppings, faixas exclusivas, no bairro de Mangabeira e perto de escolas. Dentre os principais motivos estavam o não uso do cinto de segurança por parte do condutor, transitar na faixa exclusiva, estacionar no passeio, estacionar em local proibido e o passageiro deixar de usar o cinto

Já os redutores de velocidade registraram mais autuações nas avenidas Esperança, 14 de Julho, 2 de Fevereiro, Rui Carneiro e Cabo Branco e a principal infração é transitar em velocidade superior à máxima permitida.

Conforme assessoria de comunicação da Semob-JP, este ano de multas por câmeras foram pagas R$ 808.854,77. Já dos redutores de velocidade foram pagas de multas R$ 1.476.494,17.

A recomendação da Semob é que os motoristas respeitem a sinalização para evitar acidentes e preservar vidas.

Relacionadas