sábado, 26 de maio de 2018
Geral
Compartilhar:

Fraude na internet gera rombo de R$ 1 bilhão nos bancos

Celina Modesto / 12 de novembro de 2015
Foto: Arquivo
Uma das principais discussões da 10ª edição do IGF 2015 é a cibersegurança e a confiança na internet. Dentre os principais ataques na rede estão as fraudes bancárias e os crimes de ódio - a exemplo de homofobia, xenofobia e machismo.

De acordo com o presidente da Safer net Brasil e conselheiro do CGI.BR, Thiago Tavares Nunes de Oliveira, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) estima que os bancos percam em torno de R$ 1 bilhão por ano por causa de fraudes bancárias.

“Esse número já foi maior, chegando a R$ 2 bilhões. Houve diminuição no número de fraudes em razão do aumento da atuação da Polícia Federal, que tem aperfeiçoado técnicas de investigação e logrado êxito na prisão de muitas quadrilhas envolvidas em fraudes bancárias”, explicou.

Riscos

Principais tipos de ataques na internet

▶Negação de serviço: utilizar computadores remotamente para direcionar o tráfego para determinado servidor e, ao sobrecarregá-lo, a página cair e ficar fora do ar. É um ataque à infraestrutura da internet.

▶ Violações dos direitos humanos: uso da rede para divulgar fotos e vídeos íntimos de mulheres e crianças, além dos crimes de ódio (homofobia e xenofobia, por exemplo). Esses crimes acontecem na camada de conteúdo da internet.

▶ Infraestruturas críticas do país: é o ataque a assuntos de caráter governamental, tais como dados de governo.

Relacionadas