sexta, 22 de janeiro de 2021

Geral
Compartilhar:

10 anos de “O Eterno Cantador” no ar da 98FM

André Luiz Maia / 04 de fevereiro de 2017
Foto: Divulgação
Amanhã, o programa Luiz Lua Gonzaga, o Eterno Cantador completa 10 anos no ar dentro da grade de programação da 98FM, emissora de rádio do Sistema Correio de Comunicação. No programa de aniversário, uma raridade: o registro da canção "Braia dengosa", um maracatu interpretado por Luiz Gonzaga ao lado do cantor português Domingos da Veiga.

Comandado pelo radialista Orlando Camboim desde o início, o programa entra no ar todo domingo, religiosamente das 5h às 7h, com o melhor do repertório do Rei do Baião, além de debates, curiosidades e versões de outros artistas para seu repertório.

"A cada ano, Luiz Gonzaga se fortalece, pois música de qualidade nunca morre", comenta Orlando. Além de radialista, ele é produtor cultural e pesquisador da cultura popular. Ao longo dos anos, adquiriu conhecimento e informações preciosas, que colabora com os ouvintes todos os domingos.

Além de uma seleção apurada das músicas do Velho Lua, há também a contextualização das canções, falando sobre o momento de vida de Luiz Gonzaga quando aquela música foi lançada, curiosidades sobre a gravação ou sobre a carreira de maneira geral. "Acho que é seguro dizer que Luiz Gonzaga tocou em todas as cidades de médio porte do Brasil. Aqui na Paraíba costumava tocar muito em Sapé e Guarabira", explica Camboim.

Um dos segredos para manter a audiência cativa e participativa é sempre encontrar um espaço para inserir o ouvinte, fazê-lo se sentir parte do programa. "Sempre tem espaço para a opinião do ouvinte no programa. Eles participam, sugerem músicas", completa.

Para 2017, a primeira gravação do clássico "Asa branca" completa 70 anos, registrada em 3 de março de 1947. Ao longo do mês, o Luiz Lua Gonzaga, o Eterno Cantador deve apresentar versões de artistas do mundo inteiro para a canção, de Inezita Barroso ao cantor Demis Roussous.

Relacionadas