segunda, 20 de maio de 2019
Esportes
Compartilhar:

STJ manda soltar Carlos Arthur Nuzman e o proíbe de deixar o País

Giuliana Saringer, do R7 / 19 de outubro de 2017
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
O STJ (Superior Tribunal de Justiça) determinou nesta quinta-feira (19) a soltura do ex-presidente do COB (Comitê Olímpico Brasileiro) Carlos Arthur Nuzman. Ele está preso desde 5 de outubro por suspeita de compra de votos para a escolha do Rio de Janeiro como cidade-sede das Olimpíadas 2016.

O habeas corpus foi concedido pela Sexta Turma do tribunal em decisão unânime, por 4 votos a 0.

A liminar substitui a prisão preventiva por medidas cautelares. Nuzman está proibido de frequentar as dependências do COB e do Comitê Rio 2016, de falar com outros envolvidos na investigação e de sair do País.

A turma é composta por cinco ministros, mas um deles está impedido de participar dos julgamentos que envolvam a operação Calicute, desdobramento da Lava Jato. Segundo a assessoria de imprensa do STJ, os ministros concederam a liminar por entenderem que a prisão era uma medida desproporcional para as acusações.

Relacionadas