quarta, 19 de dezembro de 2018
Esportes
Compartilhar:

Sem incentivos, Paraibano briga por medalha no Atletismo

Franco Ferreira / 23 de junho de 2018
Foto: Divulgação
As políticas esportivas para as competições amadoras no Brasil continuam sendo um descaso. Os atletas têm mais dificuldades para viajarem que para competirem. O grande exemplo é o paraibano Matheus Alves de Aguiar que precisou de uma ‘vaquinha’ para chegar ao Campeonato Brasileiro de Atletismo Sub-20, em Bragança Paulista (SP).

Matheus Alves de Aguiar estreou no Campeonato Brasileiro de Atletismo Sub-20, nessa sexta (22), com o tempo de 1.52.92 e se classificando para a final que acontece neste domingo (24), que luta pelo bicampeonato nacional. A prova acontece no Estádio do Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo, em Bragança Paulista (SP).

Terceiro no ranking brasileiro nos 800 metros rasos, considerado melhor atleta na prova na Paraíba, ele lamenta não ter ajuda das políticas esportivas dos governos locas e de empresários, pelos menos, para ter condições de viajar e representar a Paraíba em uma competição tão importante.

A competição é a última oportunidade de obtenção de índices para o Mundial Sub-20 da Finlândia, em julho. Enquanto a Paraíba manda apenas Matheus Alves de Aguiar, a competição tem recorde de 881 atletas, inscritos por 123 clubes, de 22 estados e do Distrito Federal, além de um convidado do Chile.

Para chegar a São Paulo, Matheus Alves de Aguiar viajou sozinho. A passagem foi paga pela Federação Paraibana de Atletismo, que tem como presidente, Jonatas Martins. As despesas tiveram ajuda dos familiares e seu treinador Luis Alcides, que não teve como acompanhá-lo para evitar mais gastos.

A mãe dele, dona Maria Aparecida é servidora pública de João Pessoa e o pai, o senhor Severino Belarmino, está sem trabalho, devido a um problema de saúde. Mesmo assim, o atleta é otimista. “Não reclamo. Treino todos os dias para conseguir meus objetivos, para continuar entre os primeiros do Brasil”. Ele treina na UFPB, em João Pessoa.

Matheus Alves de Aguiar já foi campeão brasileiro nos 800m, em 2016. Para garantir o terceiro lugar no ranking brasileiro, ele obteve a marca de 01:52.9, no dia 2 de março deste ano, em Recife (PE). Por necessidade de representar um clube, ele é filiado ao Kashima, de João Pessoa.

Relacionadas