quarta, 14 de novembro de 2018
Esportes
Compartilhar:

Promessa do vôlei, Yasmin Bonifácio comanda equipe paraibana nos Jogos Escolares da Juventude

Da Redação com Comunicação do COB / 15 de setembro de 2018
Foto: Wander Roberto/Exemplus/COB
A aluna-atleta Yasmin Bonifácio acabou de completar 13 anos, mas já se destaca nas quadras de vôlei do país. Na tarde desta quinta-feira, dia 13, ela comandou o Colégio Polígono, de João Pessoa (PB), na estreia da equipe na etapa regional dos Jogos Escolares da Juventude, em Natal (RN). As paraibanas venceram o Colégio Amadeus, de Aracaju (SE), por 2 sets a 0, parciais de 25/5 e 25/9, e nesta sexta enfrentam as cearenses do Colégio Antares, no ginásio da Uninassau, às 10h45, com entrada franca.




No mês passado, Yasmin conquistou o título do Campeonato Brasileiro de Seleções da segunda divisão por Paraíba, sem perder um set, e logo após o torneio recebeu convites para jogar nas divisões de base do Fluminense e do Barueri. De cara, a jovem atleta recusou o convite da equipe carioca.




“O convite para jogar no Fluminense coincidia com as datas da seletiva para os Jogos Escolares e eu não podia deixar o time nessa hora. Vou terminar o ano letivo e depois vou passar uma semana em Barueri, um clube que dá muito apoio às categorias de base. Ainda tenho 13 anos e só posso assinar o primeiro contrato com 14. Em Barueri vou ficar na casa da meio de rede Zanandrya, que também defendeu a seleção paraibana e agora está com 15 anos”, disse, confiante, a atleta de 1,77m e que completa 14 anos no dia 23 de agosto do ano que vem.




Yasmin nasceu em Goiânia, mas desde pequena mora com os avós em João Pessoa. Ela joga vôlei há oito anos e disse que o esporte mudou radicalmente a sua vida. Habilidosa, a jovem já jogou em todas as posições, com exceção de líbero. No Colégio Polígono ela atua como meio de rede, na seleção paraibana como ponta, mas ela espera se tornar uma grande atleta profissional como levantadora.




“O vôlei está me trazendo oportunidades que eu nem imaginava. Estou conhecendo muitas cidades, me dá disciplina dentro e fora das quadras, me proporciona mais educação. É tudo pra mim”, disse a fã de Giba e de Fabiana.




Técnico de vôlei e professor de educação física do Colégio Polígono há oito anos, Euclides Neto se derrete quando fala sobre a pupila. Ele lamenta apenas o fato de não poder contar mais com as atuações da atleta no seu time por muito tempo.




“A Yasmin é uma menina humilde, simples e muito alegre. Tem um futuro maravilhoso pela frente. Há cinco anos a gente perde a final do campeonato paraibano, sempre para o mesmo adversário e esse ano conseguimos vencer. Está sendo uma honra defender a Paraíba aqui nos Jogos Escolares”, disse Euclides Neto.

Relacionadas